“Quis o destino que eu estivesse aqui”, afirma Tite em sua segunda Copa do Mundo com a seleção brasileira

Nem todo mundo tem uma segunda chance de aprimorar o trabalho e retornar para uma Copa do Mundo como técnico. Após a eliminação diante da Alemanha, na Copa de 2014, Tite foi o responsável por conduzir o Brasil para as últimas duas edições na Rússia (2018) e agora no Catar (2022).

Em entrevista coletiva, ele reconhece que essa oportunidade serve para consolidar o trabalho, abandonar velhas práticas e abraçar novos fenômenos do futebol global. Após a derrota para a Argentina na final da Copa da América, Tite pode fazer esse ajuste de rota e dar mais espaço para o talento de Vinicius Jr, Anthony, Rodrygo, Raphinha e companhia.

É evidente que o estilo da Amarelinha hoje é muito mais ousado, leve e encantador de ser acompanhado pelo torcedor. Neymar segue como liderança e referência técnica, tendo mais liberdade para flutuar no meio-campo e sem preocupações com a marcação.

“O Brasil tem uma tradição muito forte e tem o gosto pelo futebol. É uma paixão. Eu tenho consciência disso. Primeiro porque tenho a paz de fazer início, meio e fim. É uma chance maior de sucesso porque eu acredito no processo. Da outra vez foi um estágio de reação. Eu recebi uma mensagem do Abel (Braga), técnico campeão do mundo, igual ao Autuori, igual a outros tantos técnicos. Quis o destino que eu estivesse aqui”, explicou o treinador.

Legado de Tite na seleção brasileira

Desde que chegou ao comando da Seleção Brasileira, em 2016, Tite tem somente cinco derrotas em 76 jogos. São 58 vitórias, 13 empates e 5 derrotas. Depois da Copa do Mundo Rússia 2018, o técnico manteve o retrospecto positivo. Foram 50 partidas, com 38 vitórias, 9 empates e 3 derrotas.

Em relação às diferenças em relação a Copa do Mundo 2022, Tite teve a responsabilidade de escolher os 26 jogadores, mas declarou que isso se deve ao trabalho de cada atleta no seu time no seu dia a dia.

“Eu faço as escolhas. Algumas agradam, outras não. Isso faz parte da escolha e da função do técnico. Mas eles também se escolheram. Se você pegar, eles estão com protagonismo, uma qualidade excepcional. Eles se escolheram também. Tivemos a oportunidade de acompanhá-los”, explicou.

Será que a torcida brasileira apoia a maioria das decisões do técnico Tite? Quem ficou fora da lista que merecia uma oportunidade? Caso você ache que poderia fazer bonito nessa Copa, que tal deixar a sua aposta esportiva na plataforma líder no mercado? A Pixbet, que oferece o saque mais rápido do mundo via Pix, conta com mercados especiais durante todo o Mundial visando oferecer a melhor experiência de jogo para o seu usuário. Acesse e conheça!


Publicado

em

por

Tags:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *