Quais os tratamentos para ejaculação precoce? Veja medicamentos e dicas de como lidar

Existem algumas formas de tratamentos para ejaculação precoce. Embora essa condição seja mais presente na adolescência, por conta da falta de experiência e medo de não ter um bom desempenho, ela pode acometer homens de diversas idades. 

 

De acordo com uma pesquisa divulgada pela Veja, 48% dos homens brasileiros já sofreram com ejaculação precoce em algum momento da vida sexual. Essa situação que muitas vezes causa constrangimento e até mesmo insatisfação pode ocorrer antes, durante ou depois da penetração na relação sexual.

 

Diversos fatores podem desencadeá-la e muitos homens não sabem como controlar a ejaculação precoce. O principal motivo que leva muitos a sofrerem com isso é a ansiedade. Mas a boa notícia é que existe tratamento para ejaculação precoce e até mesmo remédios que ajudam a controlar.

 

No entanto, antes de falar sobre ele é preciso entender o que é ejaculação precoce. Isso porque alguns homens podem achar que têm ejaculação precoce, mas na verdade não possuem diagnóstico para tratamento. Vale salientar que é sempre essencial buscar a ajuda de um profissional quando não é possível resolver um problema sozinho, certo? 

 

O que é ejaculação precoce?

A ejaculação precoce é um distúrbio que está relacionado com a dificuldade do homem em controlar as ejaculações. Geralmente, ela ocorre antes da penetração ou logo quando penetra, sem que ele consiga controlá-la. 

 

De uma forma geral, a ejaculação precoce está diretamente ligada à condição emocional. Se é um homem nervoso e ansioso e possui sintomas claros de ansiedade, como taquicardia, por exemplo, certamente isso pode ser a causa.

 

Mas, é importante destacar que se a ejaculação precoce aconteceu uma vez ou outra não quer dizer que o homem precise tomar remédios para ejaculação precoce ou fazer tratamento. Para se ter uma base, um tempo normal para ejaculação pode variar de 5 a 7 minutos. 

 

Levando isso em consideração, para ser considerada como distúrbio, é necessário que isso se aconteça com frequência na grande maioria das relações sexuais.

 

Dessa forma, para o homem saber se precisa buscar tratamento para ejaculação precoce, é necessário que ele analise bem sua condição. Para isso, pode pode tomar como base a análise dos seguintes fatores: 

 

  • Não consegue controlar o momento da ejaculação?
  • Se sente angustiado no momento que não consegue? 
  • O tempo de ejaculação durante a penetração é menor que o esperado?

 

Agora que você já sabe o que é ejaculação precoce e sabe como identificá-la, veja a seguir as possibilidades de tratamento para ejaculação precoce, pode até mesmo não ser necessária a utilização de remédios. Confira a seguir. 

Como são os tratamentos para ejaculação precoce?

Antes de saber os principais tratamentos para ejaculação precoce é preciso entender que existem dois principais tipos. Um deles é a chamada ejaculação precoce vitalícia, na qual o homem sofre com o problema desde a sua primeira relação sexual e acontece com uma grande frequência. 

 

A outra é a ejaculação precoce adquirida. Como o próprio nome sugere, ela é desenvolvida depois de um tempo de funcionamento normal. Ela pode acontecer por diversos fatores, como estresse emocional, por exemplo. 

 

Quando a ejaculação precoce acontece em jovens, devido à inexperiência, existe uma tendência natural que o problema passe com o tempo. Nesse caso, pode não ser necessário um tratamento para ejaculação precoce. 

 

Contudo, em casos mais graves, o tratamento pode incluir psicoterapia e utilização de remédios para ejaculação precoce, como antidepressivos. É importante destacar que o tratamento deve ser individualizado, principalmente no que diz respeito ao aspecto psicológico. 

 

Muitas vezes ainda é necessário fazer um tratamento para ejaculação precoce contando com uma equipe multidisciplinar. Dessa forma, os remédios para ejaculação precoce podem ser associados com um acompanhamento psicológico e a utilização de cremes de aplicação local e ainda mudanças de hábitos para reduzir os níveis de estresse e ansiedade e aumentar a autoestima.  

 

Os remédios para ejaculação precoce de uma forma geral auxiliam no tempo da vontade de ejacular. Os antidepressivos, por exemplo, atuam no cérebro, diminuindo a ansiedade ou também podem ser usados devido ao seu efeito colateral que é atrasar a ejaculação.

 

É importante ressaltar que para qualquer tratamento de ejaculação precoce com remédios deve haver a orientação de um urologista para definir as doses necessárias para cada caso. Para exemplificar, veja a seguir os remédios para ejaculação precoce mais utilizados. 

Remédios para ejaculação precoce: 4 exemplos

1. Antidepressivos

Como mencionamos anteriormente, os antidepressivos são utilizados nesses casos, por conta de um dos seus efeitos colaterais que é justamente o de atrasar a ejaculação. Alguns exemplos são: fluoxetina ou dapoxetina, a sertralina e a paroxetina.

2. Analgésicos

Os analgésicos são medicamentos para tratamentos da dor, mas também são utilizados em tratamento de ejaculação precoce. Isso porque eles possuem o mesmo efeito colateral dos antidepressivos, que é o de atrasar a ejaculação. No entanto, são utilizados em segundo caso, quando estes não oferecem um bom resultado. Um dos exemplos é o tramadol. 

3. Cremes para aplicação local 

Os cremes para aplicação diretamente no pênis mais utilizados são aqueles que possuem anestésicos. Eles ajudam a reduzir a sensibilidade no local, o que reduz a vontade de ejacular, aumentando o tempo do ato.  Alguns exemplos são: a lidocaína, benzocaína ou prilocaína.

 

Leia também: Entenda o que é interação medicamentosa e quais são seus riscos

4. Inibidores da 5-fosfodiesterase

Esses medicamentos são utilizados principalmente para tratamento de disfunção erétil, no entanto também contribuem com a ejaculação precoce. Alguns deles são: sildenafil ou tadalafil, popularmente conhecidos como o Viagra e Cialis respectivamente. 

 

Vale destacar que todos os remédios utilizados para ejaculação precoce possuem efeitos colaterais e alguns somente podem ser vendidos com prescrição médica. Portanto, é essencial que sejam utilizados apenas com a orientação de um profissional. 

Como controlar a ejaculação precoce?

Nem sempre os homens sabem como controlar a ejaculação precoce e muitos não conseguem mesmo. Contudo, com algumas dicas é possível melhorar a ansiedade para que não desenvolva outros problemas como a disfunção erétil. 

 

Veja algumas dicas a seguir de como controlar ejaculação precoce e exercícios que também ajudam a melhorar a condição.  

 

  • Busque alternativas dentro da relação sexual, durante a relação pare um pouco ou tire o pênis de dentro da vagina;
  • Valorize as preliminares;
  • Mude de posição;
  • Busque conhecer seu corpo e seu autoconhecimento; 
  • Faça atividades físicas com regularidade; 
  • Não se cobre excessivamente;
  • Entenda que a satisfação do casal é mais importante que o tempo;
  • Não sinta vergonha e busque ajuda caso a condição esteja atrapalhando sua vida e te deixando triste. 

 

Com todas essas informações se percebeu que é o caso de buscar um tratamento para ejaculação precoce, uma boa dica é optar por um profissional que seja adepto das facilidades que a tecnologia traz para o dia a dia. 

 

Por exemplo, se ele utilizar a prescrição digital, como a oferecida pela Memed, você recebe a receita dos remédios para ejaculação precoce no seu celular via SMS ou WhatsApp, ou até mesmo pelo email. Com ela você consegue comprar de casa, sem precisar ir até uma farmácia e evitar qualquer constrangimento. 

 

Este texto foi escrito pela Memed, uma plataforma que oferece prescrição digital gratuita para médicos e facilita o dia a dia, com mais de 60 mil medicamentos cadastrados


Publicado

em

por

Tags:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *