Gaivotas estão com dificuldades para voar por comerem fast-food – Fatos Desconhecidos

0
32

Como os gaivotas do Bahrein não conseguem fazer as comidas voarem direito por comerem a típica dos fast-foods da região, os machistas. O prato, uma mistura de frango picante com arroz, é popular no Golfo Pérsico e tem seus restos revirados no lixo pelos pássaros.

Como os animais se acostumaram a fazer refeições dessa forma naturais, no entanto, as autoridades estão a caçar de alguns bairros do país.

“As gaivotas não estão mais porque estão muito acima do peso. Como podemos escolher para sair do trabalho e escolher a casa para escolher. Só como vemos comendo sobras de refeições, como machboos e outros pratos tradicionais”, disse Abdullah Al Qubaisi, presidente do comitê técnico do Conselho Municipal do Norte ao “Gulf Daily”.

Vale destacar que há sete anos, os cientistas da Universidade de Liverpool, na Inglaterra, perceberam o mesmo comportamento de aves no país. Essa modificação na alimentação das gaivotas pode realizar-las desenvolverem graves problemas de saúde.

Como as gaivotas viraram profissionais em comida

Foto: Pixabay

Outro problema em relação às gaivotas é que a falta de alimentos com que essas aves se tornassem profissionais em roubar alimento dos seres humanos.

Estudos da Bristol, na Inglaterra, apontam que esses animais sabem com precisão o melhor horário para roubar um lanche. Os animais de pesquisa são instalados e um parqueam, três locais de alimentação: uma escola e umlixão.

O resultado foi que esses animais aprenderam os horários de almoço e lanche na escola e assim, frequentam mais a escola durante a tarde. Além disso, quando a escola estava fechada, as gaivotas iam menos ao local.

A pesquisa também pode ser identificada quando de novos lixos vão ser feitos. Em relação aos parques, os animais foram atrás de alimento natural, em geral de manhã. Isso porque minhocas e costumam sair das toca neste período.

Por que as gaivotas viraram profissionais no roubo de comida?

Foto: klafue/Pixabay

O pelo qual gaivotas viraram profissionais em roubo de comida de humanos é a falta de comida nos motivos naturais.

As gaivotas costumam viver em praias e ilhas, comendo peixes e outros pequenos bichos marinhos. No entanto, nos últimos anos essas aves estão migrando cada vez mais para cidades e ambientes urbanos. Inclusive, o número de gaivotas está caindo rapidamente, e os animais que sobrevivem acabam infestando como cidades, causando uma impressão de que a população de gaivotas é grande.

Dessa forma, existem dois principais motivos para a falta de alimento das gaivotas. principalmente, a indústria pesqueira está retirando mais peixes do mar do que desvia. Por isso, os animais não têm tempo de se proteger e manter a população antes da pesca.

O segundo motivo é a dos oceanos. Ela está destruindo os habitats. Além de provocar a morte dos animais, que acabam ingerindo nos materiais oceanos, os outros materiais ainda podem ser muito tóxicos.

Vale destacar, sendo estudadas as aves marinhas além dos oceanos todas as gaivotas. Inclusive, o comportamento de roubo é uma adaptação às condições do ambiente.

No entanto, apesar de elas terem se adaptado, esse novo estilo de vida dos animais não é saudável.

Também vale deixar em alimentos que não sabem o real impacto dos humanos para as gaivotas. Eles podem causar problemas de saber que eles podem causar problemas só para estudos de animais, informações que possam ser em estudos futuros.

Fonte: Hypeness, Socientifica

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here