Atletas de futsal aprendem em quadra morte de

0
44

Imagens emocionantes divulgadas pela Associação Feminina Futsal da Universidade Comunitária de Chapecó (Unidade de Chapecó) mostram o momento em que atletasescobrem a morte de Pietra Medeiros.

UMA jogador de futsal faleceu aos 20 anos na sexta (19/8), vítima de uma hepatite autoimune. Pietra fazia parte do tempo Taboão, de São Paulo. Na noite de sábado, a equipe jogava uma partida contra a equipe Female/Unochapecó, de Santa Catarina.

Ao fim do jogo, os atletas foram informados de que um colega havia falecido e começou a chorar. Alguns jogadores se sentaram na quadra e ficaram em estado de choque.

As imagens foram capturadas por uma equipe de reportagem que conversava com as atletas sobre o jogo. Uma das participantes conversava com o repórter e, durante a entrevista, que os demais colegas lamentavam. A atleta ficou emocionada e deixou uma entrevista ao descobrir a morte de Pietra.

Veja:

Em nota, o tipo Female/Unichapecó lamentou a morte de Pietra. “Viemos, por meio deste, nos solidarizar com a equipe de Taboão pelo falecimento da sua atleta Pietra. Desejamos muita força a todos os familiares e pessoas próximas”, publicou nas redes sociais.

Entenda o caso

A jogadora de futsal Pietra Medeiros morreu na noite de sexta-feira (19/8), aos 20 anos. A atleta estava internada em estado grave com hepatite autoimune. Ela chegou a fazer um transplante de fígado na quarta-feira (17/8), mas não resistiu.

0

A morte foi comunicada nas redes sociais do time de futsal feminino Taboão, do qual Pietra fazia parte. “Agradecemos a todos que se uniram nos últimos dias desafiadores e oraram por ela”, publicou a equipe.

De acordo com o clube de futsal, o velório foi às 14h de sábado, no Ginásio Ayrton Senna, em Taboão da Serra, São Paulo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here