Gasolina cai mais de R$ 0,20 em duas semanas e é encontrada a R$ 5,40

0
22

Duas semanas após sofrer uma tentativa de ataque hacker e tirar o sistema de ar por segurança, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) retomou a divulgação da tradicional de preços.

Nesse período, o valor do litro da gasolina caiu 3,74%. Passou de R$ 5,61, entre 31 de julho e 6 de agosto, para R$ 5,40 no período entre 14 de agosto e este sábado (20).

A Petrobrás começou a funcionar como refinarias na última-feira (16).

A primeira foi de R$ 4,06 para R$ 3,86 no dia 20 de julho; a segunda, de R$ 3,86 para R$ 3,71 no último dia 29; e, nesta semana, de R$ 3,71 para R$ 3,53.

Segundo o último levantamento da ANP, o litro de gasolina mais caro do país foi encontrado em Gurupi, no Tocantins, a R$ 8,75, e o mais barato em Atibaia, em São Paulo, a R$ 4,50. Já entre os estados, a menor média de preço é do Amapá, de R$ 4,97, enquanto a maior é do Acre, de R$ 5,89.

Em relação ao etanol, que sofreu efeitos da redução do ICMS no mês de julho, a média caiu de R$ 4,13, entre 31 de julho e 6 de agosto, para R$ 3,98 entre 14 de agosto e este sábado, uma queda de 3,63%.

O preço mínimo de revenda do combustível foi observado a R$ 3,21 e o máximo a R$ 6,99. Entre os estados, quatro operam com média abaixo dos R$ 4: Goiás (R$ 3,80), Mato Grosso (R$ 3,63), Minas Gerais (R$ 3,97) e São Paulo (R$ 3,00), 78).

Também em duas semanas, o diesel comum (S500) passou de R$ 7,38 para R$ 7,05, uma redução de quase 4,5%. A refinaria de combustível sofreu duas quedas de preço em agosto anunciadas pela Petrobras àsias.

Já o GNV foi de R$ 5,08 para R$ 5,04 em duas semanas. Já o GPL, o gás de cozinha, passou de R$ 111,79 para R$ 111,53.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here