Graças a um gol de Patrick, o São Paulo derrotou o Palmeiras por 1 a 0, na noite desta quinta-feira (23) no estádio do Morumbi, na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Com a vitória, o Tricolor fica com uma vantagem para o confronto de volta (no dia 14 de julho no Allianz Parque), classificando-se até com um empate.

O Verdão tem que buscar por dois gols de diferença para vencer a vaga nos 90 minutos. Em caso de triunfo por apenas um gol, a vaga será decidida na disputa de pênaltis.

O técnico Rogério Ceni mostrou personalidade nesta quinta-feira, pois não se deixou abalar pela derrota de 2 a 1 de última virada para o Palmeiras da manteve-fera (20), pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, e a equipe titular. A escolha selecionou-se selecionadas o Tricolor fez um bom primeiro tempo, como as fotos do confronto e as ações escolhidas por português A partir de um bom tempo Ferreira.

E, tanto de pressão, o São Paulo arrancou a vitória 30 minutos do tempo, quando Patrick ganhou com o zagueiro Gustavo Gómez na entrada da área, avançou e bateu com violência para superar o adversário.

Com o revés no Choque-Rei, o Palmeiras viu chegar ao fim uma sequência de 19 partidas de invencibilidade na atual temporada.

Cano decide e Fluminense parte na frente do Cruzeiro na Copa do Brasil

Diante de mais de 46 mil torcedores, o Fluminense derrotou o Cruzeiro por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, no estádio do Maracanã, e abriu uma pequena vantagem na busca de uma vaga para as quartas de final da Copa do Brasil.

Com este resultado, o Tricolor das Laranjeiras consegue carimbar a vaga na próxima vaga da competição mesmo com um empate por qualquer placar na partida de volta, que será disputada no dia 12 de julho no estádio do Mineirão a partir das 21h (horário de Brasília) .

Em caso de vitória da Raposa por um gol de vantagem, a classificação será definida na disputa de pênaltis. Para se garantirem de forma direta nas quartas, os mineiros precisam triunfar por dois gols de vantagem.

Empurrado em sua torcida, o Fluminense pode começar por melhor, e teve uma chance cristalina no primeiro minuto de bola rolando, aproveitou a cobrança de escanteio para finalizar muito bem, mas Bidu, cima da linha, salvou ou gol certo.

Aos 1 minutos não teve jeito, o artilheiro argentino colocou a bola no fundo do gol defendido por Rafael Cabral após a tentativa de bola levantada na área por Arias. Porém, o juiz acabou anulando o lance, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), ao assinalar impedimento do colombiano.

Aos 38 minutos a melhorou para a equipe carioca, quando o lateral Geovane foi expulso pelo juiz, com auxílio do VAR, após entrar de sola no volante Nonato.

Com um mais o Tricolor aumentou a pressão, e conseguiu finalmente abrir o placar aos 45 minutos, quando Ganso cruzou a bola para o zagueiro Manoel marcar de cabeça. Mas alegria a tempo das Laranjeiras durou pouco, pois aos 51 minutos Filipe Machado cobrou escanteio muito fechado para o zagueiro o zagueiro Lucas Oliveira se antecipar ao goleiro Fábio para empatar.

Sabendo que não vencer em casa com um homem a mais seria considerado um resultado negativo, o técnico Fernando Diniz soltou mais a sua equipe, que aos 10 minutos garantiu a vitória. O jovem atacante Luiz Henrique lançou Arias na ponta direita. O colombiano para avançou e cruzou na medida Cano apenas testar para marcar o gol da vitória.

O apito final do Laranjeiras teve oportunidades de ampliar, inclusive com uma bola na qual teve oportunidade de viajar até o outro lado de André.