Uma vitória da representatividade aconteceu no último fim de semana… na Colômbia. Pela primeira vez na história daquele país, uma mulher, negra, ativista ambiental, mãe solo será um vice-presidente. Francia Márquez foi eleita na chapa comandada por Gustavo Petro, para governar a Colômbia de 2023 a 2026.

Em primeiro seu discurso ela destacou a importância histórica de suas narrativas. “Depois de 200 anos, conquistamos um governo do povo. O governo dos e das ‘ninguéns”, disse Francia.

(Nota publicada na edição 1279 da Revista Dinheiro)