Dólar
Ativos devem continuar acontecendo uma dinâmica volátil. (Imagem: Pixabay/webandi)

O dólar (USDBLR) abriu esta sexta-feira (24) na baixa, com os mercados mais calmos. O Vix, conhecido como “índice do medo”, operava em queda de mais de 1%.

O movimento é típico da volatilidade dos últimos dias, já que não houve nenhum evento que muda as perspectivas macroeconômicas e globais como globais.

Por volta das 09h05, o dólar era cotado a R$ 5.2185, queda de 0,42%. Na véspera, a divisão fechou em alta de 0,97%, a R$ 5,2291.

Mercados hoje

O BB Investimentos que aumenta o tempo com discursos de indicadores de direção do Fed e apontadores de referência indicando a provisão de níveis nas taxas de juros para contenção e com indicadores de orientação da atividade nos EUA e Europa.

O banco cita a guerra na Ucrânia também parece sinal de solução e como preocupações como os estoques de gás natural e outras fontes energéticas para a Europa”.

“Os ativos locais devem continuar uma dinâmica volátil, com os investidores de olho na agenda dos EUA e comentários nos quais a economia dirigente do Fed, meio a visão de perda do ritmo da americana e crescentes temores de uma possível economia mundial”, diz.

Agenda do dia

agenda do dia, serão divulgados nos EUA como vendas de moradias novas e leitura final de junho do índice de sentimento do público médio pela Universidade de Michigan.

Haverá discursos de James Bullard, presidente do Fed St. Louis, Huw Pill, economista-chefe do BoE, de Luis de Guindos, vice-presidente do BCE. Ao fim da tarde, Mary Daly, presidente do Fed São Francisco também discursa.

No Brasil, o destaque fica para divulgação do IPCA-15 de junho. A, antecipada da inflação oficial, subiu 069% em junho, sobre alta de 0,59 por cento no mês anterior, segundo o IBGE. Pesquisa da Reuters com economistas estimava alta de 0,62 por cento do período.

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso tempo traz as mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e vistas de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!