Um carro elétrico da Nio caiu do terceiro andar da sede da empresa em Xangai, na China, e duas pessoas. Eles estão dentro do veículo na hora da queda.

O acidente aconteceu na última quarta-feira (22), por volta das 17h20 do local. Uma das vítimas, enquanto era outra divertida para uma empresa parceira. A montadora chinesa informado que iniciou uma investigação sobre o ocorrido em cooperação com o governo.

publicidade

Leia também:

“Depois do departamento de segurança pública, imediatamente a trabalhar com o departamento de segurança pública para encontrar a causa”, disse a empresa em comunicação pública inicial. Nele, a Nio reforçou que a queda fatal do carro elétrico não foi pelo próprio veículo.

Declaração da Nio não foi bem recebida

Nas redes sociais da China, essa colocação da Nio sobre o acidente não ter sido causador pelo carro recebido duras respostas. Houve quem disse que “isso mostra o sangue frio do capitalismo”. Outros comentários apontar que a empresa queria “responsabilidade” junto ao ofugir ocorrido.

De acordo com alguns veículos da mídia chinesa, o local onde o carro caiu se trata de uma área de test-drive, um estacionamento ou um showroom da empresa. As primeiras informações do jornal chinês Notícias de Valores Mobiliários de Xangai são de que o modelo era um modelo ET5, lançado no final do ano passado para competir com o Tesla Model 3. A entrega do sedan está prevista para o terceiro trimestre deste ano.

Construído sob uma estrutura híbrida de aço-alumínio, o carro está sendo desenvolvido com sensores e tecnologia para áreas limitadas em rodovias e vagas de estacionamento. O sistema implementado é o Nio Autonomous Driving (NAD) mais recente da empresa.

Já assistu aos novos vídeos no Youtube do Olhar Digital? inscreva-se no canal!

Imagem: Reprodução/Weibo