Daqui a exatamente, a Receita Federal fará uma entrega nesta semana do lote de restituição para as pessoas que declararem o Imposto de Renda. Assim, mais um grupo poderá pegar o dinheiro. Mas final de contas, quem são os que irão receber o saldo neste momento? A receita muitas informações básicas sobre o assunto.

Conforme os dados oficiais, estima-se que pouco mais de R$ 6,3 bilhões serão liberados oficialmente neste segundo lote a partir da próxima semana. Ao mesmo tempo, uma estimativa é de que pouco mais de 4,3 milhões de contribuintes podem receber o montante. Qualquer cidadão que tenha o nome está o Imposto de Renda este ano poderá consultar se seu lote.

O período de consultas, aliás, começa justamente nesta quinta-feira (23). O cidadão pode entrar no site da Receita Federal a partir das 10h e realizar uma verificação. Nesta segunda rodada, a liberação acontece para alguns cidadãos que têm prioridade legal. São eles:

  • 87.401 idosos acima de 80 anos;
  • 675.495 entre 60 e 79 anos;
  • 48.913 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave;
  • 661.831 cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Mas não são apenas as pessoas do grupo acima que poderão receber na segunda semana o lote da restituição próxima. Ainda de acordo com a Receita Federal, pouco mais de 2,8 milhões de contribuintes não prioritários podem pegar um montante. A tendência natural é que os envios levem em consideração os dados da declaração.

Segundo a Receita, os cidadãos que enviaram o Imposto de Renda logo nas primeiras datas do prazo, têm mais chances de receber o saldo nas primeiras datas da restituição. Estima-se que agora seja a hora de pagar o saldo para os não prioritários que enviaram a declaração entre o início do prazo e o dia 19 de março deste ano.

Como fazer a consulta da restituição

Não é necessário sair de casa para conferir se o seu nome está entre os usuários que recebem o saldo no segundo lote. Basta abrir o site oficial da Receita Federal. Por lá, será necessário dar algumas informações básicos como CPF e data de nascimento.

Neste caso, o cidadão não terá acesso ao valor da restituição. Mas se for selecionado para este recebimento de dados, ele saberá que vai o benefício no dia 30. Além disso, ele também poderá consultar o banco em que a restituição será efetuada.

A Receita afirma que é possível verificar as informações também através de um aplicativo oficial que pode ser baixado em tablets e celulares. Também é possível realizar uma verificação através do Portal e-CAC. No entanto, neste caso é preciso ter uma conta gov.br nível prata ou ouro.

Acessando pelo e-CAC

Para quem deseja realizar uma verificação mais detalhada, em que é possível saber os valores da possível restituição, o e-CAC é a melhor opção. Basta seguir os passos abaixo:

  • Acesse o Portal e-CAC e vá em “Entrar com gov.br“;
  • Informe o CPF e vá em “Continuar”;
  • Digite a senha e vá em “Entrar”;
  • Vá em “Serviços em destaque”;
  • Clique em “Meu Imposto de Renda (Extrato da Dirpf)”;
  • Selecione Calendário de restituição.

Veja o que é sucesso na Internet: