A Toyota comunicou nesta quinta-feira (23) o recall de 2.700 veículos do SUV elétrico bZ4X, menos de dois meses após o seu lançamento.

De acordo com a empresa, o chamado acontece por conta de um parafuso frouxo no cubo da roda que pode ser liberado durante a condução e afrouxar o arco inteiro. Por conta disso, a montadora japonesa alerta os proprietários a não dirigirem o que seja até que o problema seja resolvido. A causa da falha ainda está sendo investigada.

publicidade

O recall do bZ4X é um revés para a Toyota, que vê no SUV uma ponta de lança para a entrada no mercado dos elétricos. Entre os 2.700 sugestões ao recall, 2.200 foram usados ​​na Ásia, 280 à América do Norte e 180 ao Restante da Ásia. A maioria dos carros ainda não foi entregue aos consumidores, segundo informações da agência de notícias Reuters.

Leia mais:

Recall vem em momento de alta demanda

O bZ4X é o carro elétrico mais recente a sofrer um recall — e, ao que parece, um dos mais sérios. Recentemente, a Ford convocou um recall de 49 mil SUVs Mustang Mach-E, frisou que como pôde ser feito mas feito por uma atualização over-the-air. Outros modelos também foram chamados em função de bugs de software e problemas menores.

O recall se dá em um momento de alta demanda por veículos elétricos em função do aumento dos preços da gasolina. A Tesla continua dominando o mercado, mas como montadoras mais tradicionais ganhando terreno com crossovers de médio porte e veículos de luxo. No Brasil, por exemplo, um GM anunciou como chegadas do Bolt EUV, Equinox e Blazer no início deste mês. O primeiro carro, uma versão SUV para o Boltchegará às concessionárias nacionais no ano que vem, enquanto os restantes devem ser lançados em 2024.

Toyota bZ4x: SUV teve recall mundial
Toyota/Divulgação

Já assistiu aos nossos novos vídeos no Youtube? inscreva-se no nosso canal!