UMA Polícia Civil do Estado de Goiáspor meio da 1ª Delegacia Distrital de Polícia de Formosa, cumpriu um mandado de prisão preventivo nesta quinta-feira (23/6) de um homem investigado por roubo R$ 312 mil do Banco Santander.

Morador faz Gamao suspeito é servidor público e teve quebra de sigilo de dados telefônicos e de internet, sequestro de bens e quebra de sigilo bancário. A operação policial foi batizada de Operação Falso 9.

As pesquisas iniciaram a partir de uma conta fraudulenta aberta no Santander, na cidade de Formosa (GO), com documentos falsos. Em seguida, investigados em apenas seis dias, o testados que totalizaram R$ 31 mil por meio de uma empresa credenciada no Rio de Janeiro (RJ). Depois, abriu outra conta de forma ilícita com os mesmos documentos falsos.

Após a investigação, a Polícia Civil e o Instituto de Identificação do Estado de Goiás identificaram a localização dele. O homem, então, foi está à prisão municipal e, agora à disposição da Justiça. As investigações seguem em andamento.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF não Instagram

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.