A FIFA anunciou nesta quinta-feira (23/6) o ranking de junho, confirmando o Brasil na liderança, conforme antecipamos aqui na colunadia 19/6.

Uma das principais novidades do ranking foi o crescimento da Argentina, que ultrapassou a França e passou a ocupar o terceiro lugar, apenas de Brasil e Bélgica.
Os argentinos, na verdade, poderiam estar na vice-liderança se a Fifa tivesse levado mais a sério a “Finalíssima” contra a Itália (vencida facilmente pelos hermanos). Eles comemoram como um título simples, mas para efeito de planejamento, a Fifa contabilizou como um simples amistoso (coeficiente = 10).

Os argentinos – na falta de melhores para festejar – até hoje tentar tripudiar o Brasil pelo fato de terem conquistado a Copa América no Maracanã. A Copa América, na verdade, é uma competição de porte médio. E aquele torneio do ano passado, disputado sob protesto em plena pandemia, foi atípico.

Merece ser comemorado? Sim. Mas não foi nada tão extraordinário quanto eles pensam. Assim como a tal “Finalíssima, que foi simplesmente um “amistoso de luxo”.

Para acompanhar as atualizações da coluna, siga o “Futebol Etc” no Twitter; e também não Instagram.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e as notícias direto no seu Telegram? Entre não canal das metrópoles.