multiplano
Shoppings centers seguirão apresentando resultados cada vez mais fortes, diz BB Investimentos (Imagem: Money Times/ Vitória Fernandes)

O BB Investimentos elevou o preço-alvo da Multiplano (MULT3), de R$ 26 para R$ 30,30, ao final de 2022 — o que implica uma alta potencial de 31% para a ação. Os analistas compram para os manter.

Na nova avaliação, o banco de investimentos incorpora os resultados da companhia de referência ao quarto trimestre de 2021 e ao primeiro deste ano.

O BB também se expandiu como premissas macroeconômicas a recente dos lançamentos do shopping ParkJacarepaguá e da fase do projeto Golden Lake.

De volta aos trilhos

Diante dos últimos anos das incertezas vividas por ocasião da pandemia do Covid, os analistas pelo mercado definem que um plano pontuou que seus lojistas vêm adaptando suas estratégias de forma a integrar os canais da pandemia e a visão em uma estratégia omnicanal.

Desta forma, as lojas passam a ser mais do que um “ponto de venda e tornam-se também um importante hub na logística e como canal de contato entre marcas e seus clientes.

Nesse contexto, o fluxo que impulsiona em consideração o papel que os shoppings já trabalham com os locais de lazer das famílias – o BB entende que os familiares
shopping centers seguirão comemorando “resultados cada vez mais fortes”.

“A Multiplan-se pelo seu robusto portfólio de compras, com altas taxas de ocupação e rentabilidade com baixa rotatividade de lojistas, o que a coloca em posição de
Para seguir entregando bom retorno aos seus acionistas”, ressaltam.

O que esperar da Multiplan em 2022?

Os papéis da Multiplan acumulam alta de 23,6% desde o início deste ano, refletindo, na visão do BB, os bons resultados operacionais e apresentados pela companhia em relação ao 4T21 e ao 1T22, o que sinaliza uma recuperação de vendas e rentabilidade Mais rápido do que o esperado pelos investidores.

“Entendemos que essa recuperação seguirá em curso dos próximos trimestres, os dados do portfólio da companhia estão desenvolvendo junto às empresas de lazer, o que pode se transformar em movimento de longo prazo.
das ações da companhia”, afirmação dos analistas.

Para o BB, uma tese de investimento da multiplano baseia-se na manutenção dos preços dos centros comerciais e na manutenção das taxas de elevação combinada com o aumento do aluguel/m², refletindo a
recuperação das operações após a flexibilização das operações em virtude da Covid-19.

O “robusto banco de terrenos” para a expansão da área bruta locável dos shoppings em operação e para o desenvolvimento de projetos multiuso ao longo dos próximos anos e “forte geração de caixa” também se destacam como pontos fortes para a Multiplan, diz o BB .

Os casos o que os principais riscos para investimentos incluem uma recuperação da economia doméstica mais lenta que a destacam e novas ondas de de Covid-19 aumento que desencadeiam medidas de isolamento social e fechamento do comércio físico.

Além disso, o aumento menor do que o esperado na taxa de ocupação e do aluguel/m²; como vendas tanto nos shoppings quanto nas unidades do residencial; e atrasos nos prazos e inadimplência podem exercer as ações, ainda conforme o BB.

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso tempo traz as mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e vistas de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!

Isenção de responsabilidade

O Tempos de dinheiro publica informativas, de caráter jornalístico. Essa não constitui uma constituição de investimento.