Nesta quarta-feira (22), o presidente do Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos EUA), Jerome Powell, afirmou que a autoridade está estabelecida perder em diminuir a redução local. O executivo ainda alega que O Banco Central dos vem rapidamente para assegurar o controle de preços.

Banco Central dos EUA está 'mexendo todos os palitos' para controlar a inflação rapidamente
Banco Central dos EUA está ‘mexendo todos os palitos’ para controlar a aceleração rapidamente (Imagem: Montagem/FDR)

Powell informou que o Banco Central dos Estados Unidos conta com instrumentos e vontade para a restauração da estabilidade da imposto nenhum país. Atualmente, os preços domésticos estão no maior patamar em 40 anos. A declaração foi realizada ao Comitê Bancário do Senado norte-americano.

Atualmente, um imposto dos EUA segue muito acima da meta de 2% do Reserva Federal. Segundo o executivo, dados de maio indicam que o núcleo da imposto — que valores de alimentos e energia de considerar no mesmo ritmo ou teve leve desaceleração.

No entanto, Powell argumentou que um fator de pressão extra para a inflação é o aumento nos valores das commodities. Isso acontece meio à guerra entre Rússia e Ucrânia.

O presidente do Fed, ao comitê do Senado, prometeu um foco abrangente em diminuir a inflação. Powell destaca que serão apropriadas como elevações contínuas nos juros pela autoridade monetária. Os ajustes não serão exatos, conforme o panorama econômico.

Banco Central dos EUA aumentar juros para controlar inflação

Há uma semana, o Banco Central norte-americano tinha aumentado os juros do paísparágrafo faixa de 1,5% a 1,75%. Isso representa um aumento de 0,75 ponto percentual, em relação a decisão anterior de juros, em maio. Este é o maior reajuste da taxa desde 1994.

O controle do Federal Reserve na reunião anterior, apontado acima do indicado pelo Federal Reserve na reunião anterior, maior aperto que foi ajustado para a combinação dos Estados Unidos.

Não acumulado em 12 meses até maio, a inflação chegou a 8,6%. Esse é o maior nível desde dezembro de 1981, quando tinha atingido 8,9%. Em relação a abril, o aumento dos preços foi de 1%.

Um dos fatores para a forte inflação é o valor da gasolina, que aumentou de 4,1% em maio. O preço médio do combustível chegou a uma média de aproximadamente US$ 4,37 por galão, segundo dados do clube automobilístico AAA.

Silvio Souza

Silvio Suehiro Souza é formador em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área de consultoria em economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz sempre sobre produtos e serviços financeiros, sempre preparou pela imparcialidade e aprimora as informações.