O Banco Inter está nas etapas finais para a mudança completa das suas ações para a bolsa de valores americana. Verifique como mudanças!

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O último dia de negociação das ações do Banco Inter na bolsa brasileira foi na sexta-feira (17), e já na segunda-feira (20) a fintech estreou na bolsa dos Estados Unidos cheia de novidades para os seus investidores.

Agora, as ações do Inter aqui no Brasil se transformam em BDRs, que são ativos que representam as ações americanas. O primeiro dia na bolsa americana foi positivo, com as BDRs fechando em alta de 1,92%, a R$ 21,20, na segunda-feira.

Banco Inter permite conversão para ações nos Estados Unidos

Outra novidade anunciada pelo Banco Inter é que na quarta-feira (22) os acionistas que receberem BDRs poderão, a qualquer momento, solicitar uma conversão dos BDRs para o Banco Inter de Classe A (INTR) nos EUA.

Mas, para fazer uma conversão dos BDRs, o acionista deve ter uma conta válida junto a uma corretora de valores nos Estados Unidos. Apenas dessa maneira, será possível destinar as ações que serão ‘trocadas’ pelos BDRs.

A grande diferença de um BDR para uma ação é que, na primeira, não se tem todos os acionistas de um dos acionistas, como, por exemplo, o direito de que provavelmente não virá da empresa. Título só acompanha a ação da Esse em sua bolsa internacional.

Por que o Banco Inter mudou para a bolsa americana?

O Banco Inter quer estar em um ambiente com mais visibilidade, que tenha mais oportunidade de acessar uma base de investidores mais diversos, principalmente em relação a investidores institucionais. Foi pensando nisso que, meses atrás, o Nubank fez a mesma escolha.

Outro objetivo do Inter ao migrar as ações para a bolsa americana é dar força ao posicionamento como uma empresa de tecnologia global. Por fim, na bolsa americana, o Inter terá acesso ao mercado de capitais mais desenvolvido.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal não Youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram e Contração muscular. Assim, você acompanhará tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Reprodução / Banco Inter