Nove dos dez integrantes do Conselho de Administração da Eletrobras apresentou uma carta de renúncia neste sábado (18). A empresa passou recentemente por um processo de capitalização.

A companhia publicou um “to relevante” para comunicar uma renúncia.

Os nove permanecerão nas cargas até posse dos novos conselheiros, que devem ser eleitos na Assembleia Geral Extraordinária.

Rodrigo Limp renunciou ao cargo de conselheiro, mas não ao presidente da companhia.

O Conselho de Administração da Eletrobras é composto por onze membros, mas uma posição está vaga. Dos dez atuais conselheiros, o único a não renunciante representa os funcionários da empresa.

Na carta de renúncia, os conselheiros classificaram o processo de capitalização como “histórico e exitoso”.

“Resta evidente que cabe agora a este Conselho de contribuições, após o processo profundo e efetivas contribuições, propiciar que uma nova composição societária – definida sem a figura de um controlador acionista – venha a formar um novo colegiado”, afirmação.

*Com informações de Bárbara Brambila