McDonald’s processa cidade alemã ambientalista por imposto de embalagens – Money Times

0
23

Taxa prevista de cobrança de cinquenta centavos por embalagem descartável (Imagem: Pixabay /akiragiulia )

O McDonald’s entrou com um processo contra a cidade alemã de Tübingen por conta de uma nova taxa. No começo do ano a prefeitura foi a primeira da Alemanha a criar um impostor sobre embalagens descartáveis ​​para empresas.

O Verpackungsteuer (ou imposto de embalagem, em alemão) prevê um pagamento de cinquenta centavos de euro para qualquer embalagem descartável que seja vendida junto com os produtos: podem ser copos de café, caixas de pizza, pratos descartáveis. Já os talheres descartáveis ​​têm um custo extra, de vinte centavos de euro a mais.

Nas primeiras semanas, o impostor teve o resultado esperado, os resíduos nas lixeiras da cidade menosram em até 15%. Mas a rede de fast food, que só tem uma unidade única no local, não gostou da ideia.

O McDonald’s processou a cidade alegando que é difícil para uma empresa personalizar soluções de acordo com as regras de cada região. O caso foi julgado em março, sendo que a companhia saiu vitoriosa. A cidade agora está com recurso.

“Concordamos que a melhor embalagem é aquela que não é produzida em primeiro lugar. Mas os caminhos especiais locais de cidades ou comunidades individuais impedem um conceito nacionalmente bem sucedido e implementável”, afirmou um porta-voz do McDonald’s.

A alemã Tübin política ambientalista é conhecida por sua cidade1 forte de carbono em 40% nos últimos 5 anos. Não só isso: a maior parte da população é vegetariana. Tanto que a cidade participa do Veganuary. Trata-se de um desafio que acontece todos os anos nos meses de janeiro e incentiva as pessoas a não consumirem durante o período do evento.

(com BBC)

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso tempo traz as mais importantes do dia e você das conversas sobre as notícias e vistas de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here