Confira quem tem direito ao benefício e como solicitar!

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

De acordo com as regras atuais do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), apenas quem foi dependente financeiro do aposentado pelo INSS ou funcionário seguro da Previdência que veio a apresentar o direito a este benefício, com algumas exceções, confira.

Quem tem direito?

Filhos, pais ou companheiro (a irmãos podem receber a morte. Porém, somente um por vez. O INSS realiza a divisão dos beneficiários em três grupos:

  • 1 – Filhos, ou companheiro;
  • 2 – Pais;
  • 3 – Irmãos.

O grupo 1 é o que possui preferência para receber o benefício. Porém, caso não sejam dependentes do grupo, os pais passam a direito à pensão. Irmãos só benefícios caso não existam nos grupos 1 e 2.

Idade para receber uma pensão

A data mínima se tornará o beneficiário da pensão por morte INSS de qual grupo o máximo permitido ou garantido.

Grupo 1

Os filhos têm direito à pensão por morte até que completem 21 anos. Caso seja pago de forma vitalícia.

Cônjuge ou companheiro (a) passa a ter direito à pensão, caso haja dois anos ou mais de casamento ou dois anos estáveis.

O tempo de recebimento da reserva, por parte da entrega do nosso companheiro(a), a data de recebimento do benefício.

  • Até 21 anos: 3 anos de direito à pensão por morte;
  • 22 a 27 anos: 6 anos;
  • 28 a 30 anos: 10 anos;
  • 31 a 41 anos: 15 anos
  • 42 a 44 anos: 20 anos;
  • 45 anos em diante: pensão vitalícia,

Grupo 2

Já os pais do falecido a pensão de forma vitalícia, caso tenham mais de 45 anos. Para os menos de 45 anos que têm menos de 45 anos, o valor será pago com a faixa, assim como acontece com a vida.

Grupo 3

Assim como os filhos, do caso de herdeiro titular à pensão por morte, até 21 anos ou pela vida de filhos especiais, em caso de herdeiro titular à família de filhos especiais.

Como solicitar uma pensão?

Para realizar a solicitação da pensão ao INSS, são 3 requisitos. Primeiro, é necessário comprovar o óbito ou morte presumida do segurado, evidenciador que estava morto depois, afastado ou afastado por acidente. Por último, é preciso que o seja preciso equadre como dependente do finado.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Yaresik / Shutterstock.com