INSS paga benefício de R$ 1.212 para crianças e adolescentes

0
20

As crianças e adolescentes de baixa podem garantir um benefício mensal no valor de um salário mínimo (R$ 1.212) pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O benefício pago pelo INSS diz respeito ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), mais conhecido como BPC/Loas.

O benefício é muito popular entre os idosos e pessoas com deficiências de baixa, tendo em vista que normalmente o BPC é pago para idosos em situação de vulnerabilidade social e com idade superior aos 65 anos.

Benefício para crianças e adolescentes

Em regra geral o BPC/Loas pode ser pago em dois casos específicos, para idosos de baixa renda de 65 anos ou mais e para pessoas com algum tipo de deficiência.

Todavia, no caso de pessoas com deficiência, não existe regra que determina qual a idade da pessoa que pode ter direito ao benefício.

Dessa forma como crianças e adolescentes que possuem tipo de renda também deficiências e que são de baixa podem garantir algum direito ao BPC/Loas.

No caso das crianças e adolescentes que possuem tipo de deficiência, a condição deve impedir natureza mental, física, intelectual ou sensorial a longo prazo. Os efeitos então devem prevalecer por, ao menos, dois anos.

Requisitos para pedir o benefício

Para acesso ao BPC no valor de um salário mínimo por mês para crianças e adolescentes com algum de deficiência é necessária que a sua família é inscrita no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais).

Além disso, para garantir direito ao BPC para seu filho é necessário que a família se enquadre nos seguintes requisitos:

  • Família deve obrigatoriamente ter uma renda por capta inferior a 1/4 de salário mínimo (R$ 303 por pessoa);
  • Devem estar inscritas no CadÚnico;
  • A deficiência para a criança é fundamental para garantir o acesso ao benefício
  • A criança deve ser brasileira (nata ou naturalizada), ou de nacionalidade portuguesa com residência comprovada no Brasil

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here