acusado de tentativa de feminicídio já agrediu parentes da vítima

0
18


Rio de Janeiro – Joilson do Carmo Tavares, de 34 anos, acusado de agredir, esfaquear e balear a ex-mulher Nathália Maria da Silva, de 29, em Brás de Pina, na zona norte do Rio, já agrediu também familiares da ex-companheira.

Ao Metrópoles, Laís Maria da Silva, irmã de Nathália, afirmou que Joilson já agrediu “quase todo mundo da família”: “Minha mãe, meu padrasto, minha avó, minhas tias e meus primos. Minha irmã não podia discordar de nada que começavam as agressões”, contou.

Segundo ela, Nathália chegou a tentar uma medida protetiva no último dia 28, após uma série de agressões sofridas pelo ex-marido. No entanto, na delegacia, foi solicitado o endereço do agressor, informação que ela não tinha.

“Na 39ª DP (Pavuna), pediram essas informações, mas como você dá um endereço de alguém que não tem um paradeiro? Ela tentou dar o endereço da casa do pai dele, mas não aceitaram”, explicou Laís.

A família alega que Nathália chegou a tentar procurar também a Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), em São João de Meriti, mas que não conseguiu dar sequência ao pedido.

Na última terça-feira (14/6), ela foi agredida, baleada e esfaqueada por Joilson. O filho, de apenas 5 anos, presenciou a forte cena. A criança, que tem autismo, está emocionalmente abalada e agressiva, de acordo com os parentes.

Nathália, que teve lesões na cabeça, face e tórax, realizou uma cirurgia devido a um comprometimento do fígado e segue internada no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, em estado grave. 

Na tarde de sexta-feira (17/6), a Justiça do Rio decretou a prisão temporária de Joilson.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here