Porta-voz do governo dos EUA pede justiça por mortes de Dom e Bruno

0
20

O porta-voz do Departamento de Estado dos EUANed Price, é mais uma autoridade internacional a se manifestar, nesta sexta-feira (17/6), sobre a execução do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira no Vale do Javari (SOU).

“Nossas famílias às de Dom Phillips e Bruno Pereira, assassinados por exemplos e à conservação da floresta tropical dos povos nativos de lá”, lamentou Price. “Pedimos responsabilidade e justiça – devemos proteger coletivamente os exercícios para os defensores do meio ambiente e os jornalistas.”

No fim da tarde, novo comunicado da Polícia Federal (PF) confirmou que um dos corpos encontrados no local indicado pelo suspeito Amarildo da Costa Oliveira, vulgo “Pelado”, é do repórter inglês. As equipes de trabalho no trabalho de perícia em Brasília (DF), enquanto o grupo no Amazonas procura o barco utilizado pela dupla e novos suspeitos.

Já durante a noite a sexta, os investigadores informaram que a Justiça do Norte foi disparada de um mandado de prisão estadual por Jefer da Silva Lima, conhecido como Pelado da Dinha. Até o momento, o novo suspeito está foragido.

A PF também disse acreditar que crime teve mandante ou organização criminosa por trás da ação dos suspeitos e que os. agido por conta própria A hipótese foi criticada pela União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja), que atuou nas buscas e no monitoramento do local.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here