bancado por advogado, ministro do STF vai de jatinho a Paris para final da Champions

0
18

Com despesas por um advogado, o ministro Cássio Nunes Marquesdo Supremo Tribunal Federal, fez uma viagem bate-e-volta de Brasília a Paris no fim do mês passado para assistir à final da Champions League e os jogos do torneio de tênis de Roland Garros.

O tour incluiu, ainda, o GP de Mônaco de Fórmula 1, disputado naquele mesmo fim de semana.

Kassio fez a viagem na companhia de pelo menos um de seus filhos.

O jatinho usado pelo ministro é um luxuoso Citation X. O custo da viagem foi de, pelo menos, R$ 250 mil.

A aeronave, de prefixo PR-XXI, tem como sócio o advogado Vinícius Peixoto Gonçalves, dono de um escritório no Rio de Janeiro.

Foi o advogado quem pôs o avião à disposição do ministro para a viagem. Vinícius Gonçalves atua em processos em curso no STF e já foi denunciado pelo Ministério Público Federal como operador financeiro do ex-ministro das Minas e Energia Edison Lobão. O nome dele apareceu nas pesquisas sobre a usina nuclear de Angra 3.

Nunes Marques embarcou no setor de executivos do aeroporto de Brasília no fim da tarde de 26 de maio, uma quinta-feira.

Depois de uma escalada rápida em Cabo Verde, na costa africana, o jatinho, na sequência particular para o aeroporto de Le Bourget, próximo ao aeroporto de Paris.

A viagem de volta a Brasília teve início na segunda-feira, dia 30. O ministro pousou na cidade no início da madrugada de terça.

Procurado pela coluna, Kassio Nunes Marques preferiu não se manifestar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here