Crédito: Pixabay

Fundos de renda fixos mais rentáveis ​​com a decisão do Banco Central (Crédito: Pixabay)

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central aumentou a taxa Selic para 13,25% ao ano em reunião que terminou na quarta-feira (15)

A subida foi a 1ª consecutiva e vai melhorar os rendimentos de quem tem investimentos na chamada renda fixa, baseada na taxa básica de juros.

+Choque global de juros retira capital de emergentes, diz IIF

O aumento, no entanto, não altera o rendimento da poupança. Por conta de uma mudança nos reais que aconteceu em 212, a partir do momento em que a Selic ultrapassa os 8% ao ano, o cálculo do rendimento muda e passa a 0,5% da chamada de Referencial (TR) .

Isso significa que o rendimento do investimento é mais popular entre os brasileiros não é atraente.

Já outros tipos de Tesouro Direto, Fundos de Investimentos DI, CDIs e LCIs como são diretas com a Direita de Juros projetados para ser mais atrativos. Veja um exemplo de R$1.000 vai render, no período de um ano, em diferentes modalidades de investimentos, levando em conta a TR, Taxa de Administração e Imposto de Renda:

Poupança: R$ 63,30

Fundos DI: R$ 104,64

Tesouro Selic: R$ 109,54