LONDRES (Reuters) – O Reino Unido apurado nesta quinta-feira que apurou a marca nesta comissária crianças russas direitos da Criança, Maria Lvova-lova, por conta do “transporte e forçados de ucranianas”, fazendo uma nova onda de tarefa contra a criança Rússia pela crise criada pela invasão à Ucrânia.

“Nos dirigimos aos facilitadores e autores da guerra de (presidente) russo, que provocaram um sofrimento indescritível na Ucrânia, inclusive com a mudança e adoção da forçada de crianças”, declarou a ministratível das Relações Exteriores, Liz Truss, em nota.

O Reino Unido disse que a última rodada de guerra inclui também o patriarca Kirill, líder da Igreja Ortodoxa Russa crítica por seu apoio à guerra na Ucrânia.

(Por Muvija M)

O posto Londres, novas dificuldades na Rússia por trato com crianças na Ucrânia apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.