Tempo estimado de leitura: 2 minutes

Às vésperas da 13ª rodada da Série B 2022, o Grêmio depende de alguns outros resultados, além de si mesmo, para poder entrar no G4. A equipe comandada pelo técnico Roger Machado recebe o Sampaio Corrêa, no próximo sábado (18), precisando mais do que nunca de uma sequência de vitórias. A série invicta das últimas rodadas conta com muitos empates e apenas uma vitória.

Em matéria de GaúchaZH, o jornalista Filipe Gamba comentou sobre um dos motivos pelos quais a equipe não vem demonstrando o que se esperava antes do início da Série B. O Grêmio era frequentemente colocado como grande favorito até mesmo ao título, o que está longe de ser realidade. Tanto é verdade que o líder Cruzeiro tem uma diferença de 11 pontos para o Tricolor, quinto colocado.

“A montagem do elenco para a Série B foi muito mal pensada. Atualmente, o Grêmio possui um elenco frágil tecnicamente, emocionalmente e que custa em torno de R$ 10 milhões por mês. Reconheço que, ao longo das doze rodadas disputadas até então, Roger tomou algumas decisões equivocadas. A opção por Thiago Santos ao lado de Villasanti contra o Sport, por exemplo, foi uma delas”, disse Filipe Gamba.

O Tricolor ainda corre o risco de ver o Sampaio Corrêa encostar no número de pontos, já que a equipe maranhense é nona colocada com 15 pontos, somente 3 a menos que o Grêmio. A próxima sequência de partidas do Grêmio na segunda divisão terá cinco dos oitos jogos disputados na Arena, é a oportunidade de consolidar as intenções na parte de cima da tabela.





Source link