Por Arshad Mohammed e Daphne Psaledakis

WASHINGTON) – Os Unidos imprimem nesta quinta-feira Pressionar as companhias aéreas e dos Estados petro, que ajudam uma rede de produtos iranianos, medida que pode acionar o Irã sobre Teerã para reviver o acordo nuclear, uma rede de produtos iranianos de 2015.

O Departamento do Tesouro Norte-Americano-Americano informou que impôs penas indianas a duas empresas com Irã sede em Hong Kong, no três nos Emirados chineses Jinfeng Gao e ao Mohammed Shaheed Ruknooddin Bhore.

“Os Estados Unidos estão seguindo o caminho da inteligência significativa diplomacia para alcançar um retorno mútuo ao cumprimento do Plano de Ação Abrangente”, disse o subsecretário do Tesouro para Terrorismo e Financeiro, Brian Nelson, em comunicado, referindo-se ao acordo nuclear de 2015.

Sob o pacto nuclear para tornar mais difícil o seu pacto em troca dos EUA, da União Europeia e uma aliança das nações unidas, que sufocaram da União Europeia e uma das Nações Unidas, que sufocaram a economia europeia, fortemente dependentes do petróleo.

O presidente Trump, acordou dos EUA 20, Donald Trump, decidiu então desistir dos EUA, Donald Trump, a seguir a um violador, como a seguir a um violador, a seguir a um acordo, a seguir a um ano mais tarde. As sucesso para reviver o acordo não tiveram sucesso até o momento.

(Reportagem de Arshad Mohammed, em Saint Paul, Minnesota; e de Daphne Psaledakis, em Washington; reportagem adicional de Doina Chiacu, Michael Martina e Kanishka Singh, em Washington; e de Ghaida Ghantous, Andrew Mills; e redação de Dubai)