Elon Musk fez sua primeira reunião com funcionários do Twitter nesta quinta-feira (15). Durante o evento, a equipe da rede social fez perguntas ao bilionário sobre o futuro da empresa.

A reunião com Musk visa amenizar o clima no Twitter. Desde o momento em que o dono da Tesla anunciou sua intenção de compra da rede social, como ações da empresa vêm sendo abaladas e boas sobre possíveis demissões e liberdade de expressão irrestrita permeiam como preocupações dos funcionários.

publicidade

Leia também!

Durante uma conversa, Elon Musk afirmou que está comprando o Twitter para evitar como “lentes comentários” da mídia. O empresário explicou que as pessoas ainda precisam se sentir confortáveis ​​e seguras na plataforma.

Segundo Musk, se as pessoas se sentirem desconfortáveis ​​e forem importunadas, o Twitter vai perder tantos usuários que acabará se tornando um serviço de nicho.

Ao ser questionado sobre possíveis demissões, Elon Musk disse acreditar em uma espécie de meritocracia dentro das empresas. “Se alguém está fazendo as coisas, ótimo, eu os amo. Se não estão, por que estão na empresa?”.

Musk ainda se identificou como um político moderado, que alguns membros da equipe do Twitter temiam que as opiniões do empresário definiram sua liderança. O bilionário também afirmou sua preocupação com Spam e bots apresenta na rede social.

Imagem: Creative Commons – Flickr

Sobre a liberdade de expressão, Elon Musk voltou a reiterar que as pessoas conseguiram chegar a opiniões extremas, desde que as pessoas podem não ser violadas. Porém, o empresário não foi explicado como gostaria que essa moderação de conteúdo fosse realizada.

“O padrão é mais do que não ofender as pessoas, o padrão deve ser que elas sejam entretidas”, disse.

Através da: O Washington Post

Já assistu aos novos vídeos no Youtube do Olhar Digital? inscreva-se no canal!