Como chega o Sampaio Corrêa para enfrentar o Grêmio

[ad_1]

Tempo estimado de leitura: 3 minutes

Pela 13ª rodada da Série B, o Grêmio recebe, neste sábado (18), o Sampaio Corrêa, equipe que ocupa a nona colocação na tabela, com 15 pontos, e tem a pretensão de vencer em Porto Alegre para colar no G4. O objetivo foi exposto pelo meia Eloir, que está de volta à equipe após se recuperar de virose.

Sampaio é experiente na competição

O clube do Maranhão é frequentador assíduo da Série B do Brasileirão, das últimas dez edições do certame esteve presente em sete. O Bolívia Querida, apelido oriundo de suas cores, as mesmas da bandeira do país sul-americano, foi campeão do torneio em 1972. Entre suas conquistas incluem-se as taças da terceira e quarta divisões nacionais. No entanto, nesta temporada a campanha tem sido irregular.

Nesta edição da Série B, quando o Sampaio Corrêa está em campo a probabilidade das redes balançarem é alta. Até aqui, os maranhenses marcaram 13 vezes e sofreram o mesmo número de tentos. Logo, a média em suas partidas é de 2,1 gols, ou seja, a emoção é garantida para os torcedores.

Clube tem média alta de gols, mas faz campanha irregular

A campanha tem sido irregular, na competição nacional a equipe ainda não engatou uma sequência de vitórias e está situada no meio da tabela. Nesta rodada, o Tubarão tem a oportunidade de aproximar-se do G4, caso vença o Grêmio na Arena, ou ver o Z4 se aproximar em uma situação de derrota no sábado. O mau desempenho fora de casa é um problema sério, pois em seis jogos o Sampaio somou apenas um ponto.

Sampaio Corrêa: Futebol vertical e ataque incisivo

O treinador Condé está em sua terceira passagem pelo clube e montou uma equipe que joga um futebol vertical. Seu time é um dos que menos troca passes nesta Série B, sua peça ofensiva reúne os melhores jogadores do escrete. Gabriel Poveda é vice-artilheiro da competição ao lado de Diego Souza, anotando cinco gols. Seu companheiro no setor, Pimentinha, é o maior driblador do certame, com 20 dribles, segundo o Footstats..


[ad_2]
Source link


Publicado

em

por

Tags:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *