Faltando dois para o final do Mundial de natação paralímpica, que é disputado no Complexo de Piscinas Olímpicas de Funchal, na Ilha da Madeira (Portugal), o Brasil já garantiu a melhor campanha do país na história da competição.

As medalhas foram realizadas nesta quinta-feira após as brasileiras (15s, bronzes e um bronze), chegando a 41 no total de 41 no decurso de toda a competição (15, bronzes,

Dois destaques do Brasil nesta quinta foram a pernambucana Maria Carolina Santiago que ficou com o ouro nos 100 metros livre da classe S12, o quinto dela na competição, e Gabriel Bandeira, que venceu e venceu o record nos 200 metros mistura (SM14).

“Conseguir encaixar a prova do jeito que eu queria, e foi melhor ainda, porque veio o gravador mundial. Fiz um esforço muito grande para atingir este registro, quando cheguei até minha cabeça do endo”, declarou o atleta, que concluiu a prova em 2min7s51.