Quando Bob Odenkirk mudou um ataque cardíaco em 2021, “Melhor chamar o Saul” correu um grande risco de ser compactado, afirma Peter Gould.

O co-criador e showrunner da série spin-off de “Breaking Bad” revelou que não havia nenhum plano B Bob Odenkirk não se recuperou a tempo para a temporada final da série.

publicidade

“Não há plano alternativo para o seu protagonista [ter] um ataque”, detalhado Gould ao O repórter de Hollywood. “Isso é impossível. Isso lembra a você que, por e importante que o é uma vida conhecida – e todos nós, preocupados e importantes, que é uma vida conhecida – e todos nós, cuja duração é mais relevante; eu sempre sinto que estou prestes a ficar esmagado por uma pedra – não é. É uma peça de entretenimento. Quando alguém que você gosta cai assim na frente de todos, isso muda tudo. O milagre foi que Bob voltou depois de cinco semanas. E ele era exatamente o mesmo cara – talvez um fio de cabelo mais generoso.”

Gould ainda continua sobre o assunto: “Eu não estava lá quando [Odenkirk] seu ataque cardíaco, mas eu estava lá no primeiro dia de volta. Houve essa emoção de ver-lo novamente. Mas também havia esse nervosismo. ‘Teremos que ter cuidado para não pressioná-lo demais?’ Bob estava totalmente pronto. Na verdade, quando ainda estava no hospital, ele me ligou e disse: ‘Talvez você devesse me enviar alguns roteiros.’ Naomi, sua esposa, estava ao fundo dizendo: ‘Não envie roteiros.’ Não sei se responde à pergunta sobre planos alternativos, mas não pode haver nenhum. Não teríamos uma série. Teríamos descartado tudo.”

Em julho de 2021, durante o mês de apresentação da data temporada final de “Better Call Saul”, Bob Odenkirk, que vive o protagonista da série Saul Goodman/Jimmy McGill, teve um desmaio que posteriormente foi descoberto se tratar de um ataque cardíaco. Ele vou levado para o hospital e eventualmente se recuperou a tempo para retornar à sériedepois de um longo hiato nas filmagens.

Leia mais:

Odenkirk falou sobre a situação em uma entrevista de fevereiro ao O jornal New York Times. “Estávamos filmando uma cena, filmando o dia todo e, felizmente, não voltei ao meu trailer. Coloquei no jogo dos Cubs e fui andar na minha bicicleta ergométrica e eu simplesmente caí. Reia [Seehorn] disse que a reconhecer cinza-azulado.”

A temporada final de “Better Call Saul” estreia no dia 12 de julho no Brasil, pela Netflix.

Já assistu aos novos vídeos no Youtube do Olhar Digital? inscreva-se no canal!