O tempo sul-africano Nsami Mighty Birds foi banido do futebol depois de um fato bastante inusitado. O clube marcou 41 gols contra a derrota por 59 x 1 e terminou o jogo com apenas sete jogadores. Além disso, o tempo também teve quatro gols anulados.

Ao todo, quatro clubes sul-africanos foram banidos os organizadores da quarta divisão após acordos na tentativa de vencer, campeonato de com matéria do Metrópoles. Além do Nsami Mighty Birds, também foram excluídos do futebol o Matiyasi FC, Shivulani Dangerous Tigers e Kotoko Happy Boys.

As equipes da quarta divisão marcaram 94 gols em duas partidas. Esse número chamou a atenção dos organizadores da competição.

Shivulani Dangerous Tigers e Matiyasi FC estavam brigando pela liderança do campeonato. O primeiro tempo ganhou por 33 x 1 sobre o Kotoko Happy Boys e o segundo venceu o Mighty Birds de 59 x 1.

Vincent Ramphago, da região de Mopan, na África do Sul, comentou sobre a situação à BBC Sport Africa. “Essas pessoas não respeitam o futebol e não podem permitir que isso aconteça novamente”, afirmou.

O técnico do Mighty Birds, Neil Thwala, disse que não conseguiu impedir a série de eventos. “Na partida anterior jogamos, nos disse que jogaram parte do Shivul Dangerous Tigers (o juiz expulsou quatro)”, afirmou.

Suspeita de manipulação

Foto: Reprodução/ Extra

Devido a esta situação, a suspeita de manipulação de resultados foi levantada pelas autoridades. Isso porque o Matiyasi e o Shivulani Dangerous Tigers disputavam juntos o título do campeonato da liga local.

No começo da temporada, os placares dos jogos entre o Matiyasi FC.Shivulani Dangerous Tigers e o Kotoko Happy Boys foi bem diferente do 33 X 1. Os outros jogos acabaram com um empate e uma vitória por apenas um gol de diferença, o que acentuou-se ainda mais como suspeitas em torno do caso.

Fifa afirma que Brasil e Argentina “mancharam a representação do futebol”

Foto: Nelson Almedida/ Getty Images

Recentemente, outra notícia chamou atenção. Isso porque o Comitê de Informações de Jogo Disciplinar da Ficção Disciplinar o episódio que envolve o Futebol e Argentina, que foi suspenso, em 2021, foi “mancha na definição do futebol”, conforme repercutidas pelo Uol.

“O incidente foi transmitido para milhões de telespectadores e, assim, mancha as nações (da Fifa) e o futebol. Tais incidentes são totalmente intoleráveis ​​e deploráveis ​​e merecem uma sanção severa para evitar que tais eventos sejam confiáveis”, os membros do Comitê Disciplinar da FIFA.

A confusão por causa da invasão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na Neo Química Arena para notificação de entrada irregular de quatro atletas argentinos no Brasil. Lo Cel Romero, Buía e Martínez antes, estavam indo na Inglaterraso, que atuaria até lá, que iriam em Londres 14 dias chegarem ao país. Isso devido às regras sanitárias da época. No entanto, os jogadores não sobre a quarentena nos documentos apresentados na informação.

Por causa disso, a Anvisa estimou que os desenhados foram tentados burlar conforme as normas do Brasil. A Federação Argentina de Futebol (AFA) alegou que houve um pequeno erro involuntário no preenchimento das informações.

O Comitê Disciplinar da Fifa remarcou o jogo, que deve acontecer em setembro. A entidade também definiu que a CBF terá que pagar uma multa de 250 mil francos como evento do segurança suíços (R$ 1,25) por não cumprir o seu papel mandante de organizar a segurança.

Já a AFAá uma multa de 100 mil francos suíços (R$ 500 mil) por não ter pago os protocolos sanitários. Além disso, as federações terão que pagar 50 mil francos suíços duas (R$ 250 mil) pelo abandono da partida.

Fonte: Metrópoles, Lança