Renda média do trabalhador atinge menor valor em 10 anos brasileiro

0
29

Veja como a alta provocada pela pandemia da Covid-1 prejudicou a renda dos brasileiros.

Imagem: Inside Creative House / Shutterstock.com

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

A renda média do trabalhador atingiu o menor valor em 10 anos brasileiro, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) 2021: Rendimento de todas as fontes. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a pesquisa, em 2021 a renda média mensal domiciliar per capita foi de R$ 1.353. Levando conta a série histórica do estudo iniciado em 2012, esse é o menor valor em dez anos.

Vale lembrar que, segundo o IBGE, uma renda domiciliar per capita o rendimento total do trabalho dividido pela quantidade de pessoas em cada residência.

Entre 2012 e 2014, a renda média do brasileiro subiu 6,2%, de R$ 1.417 para R$ 1.505. No entanto, a tendência de aumento da renda foi modificada201.

Ainda em 2015, o rendimento caiu 3,1%, quando a estimativa era de R$ 1.458. Em 2016, a renda também apresentou perda do valor, com uma queda de 1,3%. Já entre 2017 e 2019, o aumento registrado foi de 5,2%.

Em 2019, antes do começo da pandemia da Covid-19, o rendimento atingiu a maior média da série histórica, cerca de R$ 1.520.

Desde que o país conhece a economias econômicas pela pandemia, o rendimento tem registrado quedas. Em 2020, o recuo foi de 4,3% frente ao ano anterior, enquanto em 2021 recuou 6,9%.

Perda de rendimento maior para beneficiários de programas sociais

A pesquisa também aponta que as regiões brasileiras registraram perda de renda per capita entre 2020 e 2021. O Nordeste continua com o menor rendimento mensal por domicílio, alcançando todas somente R$ 843 no ano passado.

como residências semelhantes recuo na renda, mas a maioria foi nos domicílios que tinha algum membro da família um tipo de benefício do programa social. Nos lares sem beneficiários, a queda registrada foi de 5,4%. A renda per capita dos que recebiam o Bolsa Família recuou 10% entre 2020 e 2021.

Entre as residências que tiveram algum exclusivo da família participando de outro programa social, como o Auxílio Emergencial, a redução na renda mensal de 26,1% entre 2020 e 2021.

A justificativa para redução entre 2020 e 2021 é porque o valor do benefício repassado foi reduzido pelo governo no ano passado. Nos domicílios sem beneficiários do Auxílio Emergencial, a queda foi de 10,3% em ano anterior.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Inside Creative House / Shutterstock.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here