Mulher denuncia homem após lançamento de vídeo íntimo: “Foi covar”

0
112

“Acabaram com a minha vida. Não consigo trabalhar e sair na rua”. Assim, a auxiliar administrativa Thalyssa Oliveira Araújo, de 26 anos, define o que tem sido as últimas semanas após ter vídeos íntimos vazados nas redes sociais, em Planaltina (GO), no Entorno do Distrito Federal. O autor dos carros Portilho Xavier seria do vendedor (foto em destaque), 40. O caso é investigado pela Polícia Civil de Goiás (PCGO).

O suspeito é sobrinho do ex-prefeito de Planaltina Ronaldo Portilho, e irmão de um ex-vereador da cidade. Denúncias de denúncias, Rafael teria se após a Bahia.

Ao Metrópoles, a vítima contornou que conhecia o homem apenas de vista. “Nunca tinha passado de um ‘oi, tudo bem?”. No último dia 31, aproveitando o final das férias, Thaly decidiu ir a um bar da cidade com amigos. No local, acabou encontrado por acaso com o investigado.

Em rápida conversa, eles combinam de continuar bebendo. Foi, então, que ambos decidiram ir para casa de uma amiga da vítima. “Continuamos bebendo e extrapolei. Até então, eu queria ficar com ele e fui no carro dele até a casa da minha amiga. Tudo isso com meu consentimento”.

Veja fotos do autor das vítimas eo desabafo da vítima:

0

Após um tempo, os dois decidiram ir para um hotel. “Ele disse que estava recém separado, morando em hotel e me protegido”. No estabelecimento, o casal manteve relação sexual. No entanto, durante o ato, Rafael teria realizado a confirmação de forma criminosa e sem consentimento de Thalyssa. “Eu estava muito embriagada e não consegui ver a confirmação. Ele gravou e não sabendo”.

No outro dia, os dois continuaram juntos na casa de amigos, quando chegou a notícia de que um vídeo estava circulando. “Ele ali comigo ainda falou assim: ‘deixa eu te falar uma coisa: parece que está rolando um vídeo nosso na cidade. Na hora, entrei em desespero”, diz.

A gravação logo se pelas redes sociais. “Ele falou para o meu irmão que foi enviar um documento para uma pessoa e acabou enviando o vídeo sem querer”, complementa.

Confira a repercussão em grupos:

0

Tentativa de suicídio

Abalada com exposição, vítima conta ter tentado o suicídio. “Na sexta-feira, quando deu 11h, eu peguei três caixas de dispositivo controlador para dormir, tarja preta, e tomei”, revela. Dentro de 10 minutos, a jovem apagou. Thalyssa acordou apenas no domingo (5/6), às 13h, no hospital.

“Pessoas acabadas de todos os lugares os lugares não me conhecem estão comigo, falando que acabam de me conhecer um homem casado que eu era amante de um homem que eu era amante de outras coisas”, lamenta.

“Acabaram com a minha vida. Não param de infernizar minha família com contas fakes mandando os vídeos. Todo mundo está passando mal pelo abalo emocional. Não consigo trabalhar e sair”, finaliza.

Investigação

O caso foi registrado na Delegacia Planaltina de Goiás. Segundo o delegado Thiago César de Oliveira Silva, um deve ocorrer nos relatórios dias. “Nós estamos investigados. Já foi instaurado inquérito e ouvimos todos os envolvidos”, aponta.

Rafael Portilho pode ser indicado com base no Artigo nº 218 do Código Penal, que dispõe sobre “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou vender à venda, distribuir, publicar ou publicar, por meio de fotografia, ou outro registro audiovisual que a sua cena de abuso ou violação de vulnerabilidade ou a sua fachada de prática, ou, sem consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia”.

A pena corresponde a uma reclusão de 1 a 5 anos. A vítima pode sofrer com o fim de se submeter a dois a lei de aumento ou a manter um relacionamento íntimo de vítima ou com o fim de se ter a relação de igualdade ou segundo a humilhação.

Outro lado

O Metrópoles entrou em contato com o suspeito de publicação como imagens, mas não obteve a publicação desta matéria. O espaço segue em aberto para possíveis manifestações.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF sem Instagram.

Quer notícias do DF direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesdf.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here