Metrópoles é finalista em duas categorias do 17º Prêmio Engenho

0
21

O Metrópoles é finalista do 17° Prêmio Engenho de Comunicação nas categorias Site e Cobertura da Capital. Nas últimas quatro edições, o portal levou troféus no evento. Os vencedores deste ano serão anunciados na sede do Conselho da Justiça (CJF), no próximo dia 19 de agosto.

Desde o momento em que o jornalista e o evento reconhecem a partir da capital federal. “O Prêmio Engenho defende valores como liberdade de imprensa, ética, transparência, democracia e cidadania”, afirma o presidente e criadora do Prêmio Engenho, jornalista Kátia Cubel.

Kátia Cubel
A jornalista Kátia Cubel é presidente e criadora do Prêmio Engenho

O Prêmio Engenho organiza, nesta segunda-feira (13/6), um jantar para celebrar os finalistas das oito categorias: Site, Coluna, Programa da TV, Apresentador de TV, Programa de Rádio, Apresentador de Rádio, Veículo Impresso e Cobertura da Capital.

O evento acontece no Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) às 20h. A data será uma oportunidade de contato entre os profissionais de informação e julgadora. Durante o jantar, acontece a cerimônia de diplomação dos finalistas.

“A imprensa exerce função indispensável ao Estado de Direito e, por isso, a OAB saúda iniciativas como o Prêmio Engenho, que reconhecem e valorizam o trabalho desses profissionais. A Ordem prestigia o jornalismo liberdade profissional e reforça a sua defesa pela imprensa”, explica o presidente do CFOAB, Beto Simonetti.

O presidente do CFOAB, Beto Simonetti, acreditado que a imprensa é importante para manter a democracia

A premiação passou a integrar o calendário oficial de eventos da capital desde 22008, com a sanção da Lei Distrital nº 4.231. Os jurados selecionam três finalistas em cada categoria. disputa da disputa, o consenso entre eles acontece no dia da premiação. Para compor o júri, foram escolhidos os representantes da sociedade civil.

Neste ano foram escolhidos: ministra Cristina Peduzzi, do TST; ministro Jorge Oliveira, do TCU; procuradora-chefe do MPDFT, Fabiana Barreto; ex-ministro do TSE Carlos Mário Velloso Filho; o mestre em Comunicação Bruno Nalon; e os juristas Eliziane Carvalho, do Sistema CNA-SENAR, e Marcus Vinícius Furtado Coelho, do Conselho Federal da OAB.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here