Financiamento não pode 30% da renda,

0
13

Atualizado em: Quinta feira, 04/jun/2022 Como 20h45

Nenhum tipo de crédito pode parcelar 30% da renda em dívidas. Nesse artigo vamos falar sobre o financiamento e porque essa regra.

O financiamento é uma das principais linhas de crédito para quem deseja comprar um bem, mas não tem o dinheiro para pagar á vista. Mesmo sendo tão popular, o financiamento ainda possui regras que podem causar algumas diferenças.

Uma das principais questões têm com o comprometimento, que não pode comprometer 30% da renda. Para explicar um pouco mais, sobre o financiamento e como vamos falar das prestações. Acompanhe:

Meu cartão do banco não chegou, o que fazer?

O que é o comprometimento de renda no financiamento?

Trata-se do valor destinado para o pagamento de uma determinada conta ou dívida. Ele é importante no financiamento, pois é o limite estipulado para o valor da parcela.

A prestação de um financiamento não pode dar mais renda que 30% bruta mensal do consumidor.

Essa regra é importante para um maior controle financeiro e para evitar uma inadimplência. Afinal de contas, como se sabe, não deve gastar mais do que ganha.

É cancelar o financiamento de um veículo possível?

Como evitar que meu financiamento ultrapasse 30% da minha renda?

A principal forma tem relação com o valor do imóvel ou veículo, por exemplo. Quanto maior o valor do bem adquirido, as chances de a parcela maiores.

Uma forma de evitar o financiamento de altas é pagando o máximo de entrada possível, pois isso reduz o valor a ser pago. Além disso, o comprador pode aumentar a quantidade de prestações contratando ou o prazo máximo oferecido pelo banco.

Uma dica: adquira um imóvel que caiba no seu orçamento e analise todas as instituições financeiras possíveis. Quanto mais estudar será possível alcançar um financiamento com mais condições.

Meu não veio com o número da agência e da conta, o que fazer?

O que acontece se eu tiver outro financiamento?

Caso tenha um financiamento ou até mesmo um aumento você em andamento, a brilhar da outra vez.

Na hora de pedir um financiamento, os bancos fazem uma análise de crédito através do CPF. Com isso é possível saber se o cliente possui outras linhas de crédito em seu nome.

O comprometimento de renda pode sofrer nesse momento e o consumidor não poderá usar mais alterações até 30% da renda.

De acordo com o Tribunal Superior de Justiça o desconto de mais de 30% por parte dos bancos pode ser considerado um Ferimento à Norma. Além disso, há uma lei no Código da Defesa do Consumidor que fala sobre a fidelidade do fornecedor para com o consumidor.

A ideia é que a limitação que os cidadãos têm entrem em um endividamento descontrolado. Isso pode acarretar sérios problemas para quem não consegue um bom planejamento financeiro.

A regra de crédito de finanças não prevista entre os 30% serve para financiamentos, financeiras da outra, consignados, linhas de linhas de renda.

O que acontece se o banco descontar mais que 30% da minha renda?

Algumas instituições acabam burlando essas regras e assim podem cumprir os prazos acima do estipulado. O consumidor que se sentir lesado pode procurar a justiça para resolver a situação.

O comprometimento muito grande da renda pode trazer diversos problemas como o endividamento, por exemplo. Esse tipo de situação acaba virando uma bola de neve, pois o indivíduo acaba recorrendo ao cheque especial para cobrir as dívidas.

O ideal é fazer um planejamento antes de iniciar o processo para um financiamento. Essa é a melhor forma de evitar os 30% de renda Anote todas as despesas fixas e variáveis ​​e as liminas que podem ser quitadas.

Com planejamento financeiro é possível fazer um financiamento sem apertar.

Você tem mais dúvida sobre como não tem renda30% da dúvida? Caso tenha, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finazero sem Instagram, /FinanZero sem Facebook e @finazero sem Twiiter.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here