Vale atrapalhar tentativa de recuperação do Ibovespa em dia de privatização da Eletrobras – Money Times

0
18

ações;  fundo de ações;  ibovespa futuro
Às 11h46, o Ibovespa caía 0,32%, a 108.015,74 pontos (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

O Ibovespa problemas quatro para retirada nesta quinta-feira, após a manutenção da proposta de retiradas, após a manutenção da proposta de além da manutenção dos pedidos com desoneração dos alimentos não Brasil.

Eletrobras, por sua vez, avançava cerca de 3% e era positivo antes da precificação da oferta de destaque que privatizará a maior companhia de energia elétrica da América Latina.

Às 11:46, o Ibovespa caía 0,32%, a 108.015,74 pontos. Mais cedo, no pior momento, caiu a 107.295,48 pontos. Na máxima, chegou a 108.510,31 pontos. O volume financeiro somava 7,5 bilhões de reais.

Apesar de um prazo estimado de aumento do risco calculado não ter sido calculado de acordo com a estimativa de aumento do risco de aumento do tamanho do orçamento não justificado, e tal perspectiva de aumento do aumento do tamanho do país não deve ser comprovada, e tal perspectiva de aumento do aumento do tamanho do país.

“O aumento do risco fiscal diminui o apetite dos investidores por ativos brasileiros, diminui o fluxo de recursos externos para o país”, afirmou a Genial em nota aos clientes.

Além disso, a Petrobras alerta na véspera que há possibilidade de óleo diesel ficar mais ou menos no mercado global nos próximos meses.

Nem a desaceleração mais forte do que o espero do IPCA em maio era suficiente para animar o mercado.

O cenário externo corroborava a hesitação na bolsa, com o Banco Central Europeu sinalizando que vai promover sua primeira alta de juros desde 2011 no mês que vem, enquanto elevou a inflação, mas cortou de crescimento.

Em Wall Streetas preocupações em torno da inflação e com a tendência para o aumento dos juros minavam ao risco antes de um dado de preços norte-americanos previstos para a sexta-feira.

Destaques

Eletrobras (ELET3) subia 2,9% antes da precificação da oferta de capitalização nesta quinta-feira, com fontes afirmando à Reuters que a está perto de 70 bilhões de reais, duas vezes o valor projetado para uma oferta.

Vale (VALE3) caía, acompanhando29 declínios futuros de minério de ferro Dalian e Cingapura, em meio a recepção com lucross de siderúrgicas e novos alertas de Covid-1 em Pequim.

CVC (CVCB3) perdia 2,6%, após a operadora de turismo afirmar que avalia oferta primária de ações e que engajou bancos, de olho em recursos para crescer conforme vê gradual recuperação no setor.

Inter (BIDI11) avançava 3,2%, em sessão sem tendência única para ações de bancos, com Itaú (ITUB4) cedendo 0,8%. Bradesco (BBDC4) subia 0,7%.

Petrobrás (PETR4) Tinha um declínio de 0,6%, em sessão de variações comportadas dos preços do petróleo no exterior. A estatal também voltou a defender sua política de preços de combustível.

PagSeguro (PAGS) desabava 16,4% em Nova York, mesmo após a empresa de pagamentos e banco digital ter alta de 29% no lucro líquido do primeiro, com o maior reforço da base de clientes do trimestre e na expansão das receitas devido às vendas de produtos financeiros. Também negociado em NY, StoneCo (STNE) caía 7,86%. Não Brasil, Cielo (CIEL3) subia 0,8%.

Isenção de responsabilidade

O Tempos de dinheiro publica informativas, de caráter jornalístico. Essa não constitui uma constituição de investimento.

Entre para o nosso Telegram!

Faça parte do grupo do Dinheiro vezes sem telegrama. Você acessa as notícias reais e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e do mundo. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here