Vacinas ajudam PIB do Brasil, cada R$ 1 aplicado retornou R$ 9; estudo da Pfizer – Money Times aponta

0
18

Dividendos
Investimentos em vacinas também trouxeram fôlego à economia do Brasil, aponta estudo encomendada pela Pfizer. Saiba mais. (Imagem: Shutterstock)

Como vacinas contra a Covid-19 não só salvam vidas, como também trazem retornos à economia. No caso do Brasil, investimentos em imunizantes geraram retorno de R$ 200 bilhões ao PIBaponta estudo encomendado pela farmacêutica Pfizer (PFIZ34).

De acordo com a pesquisa “O impacto socioeconômico das vacinas durante a pandemia de Covid-19“, a cada R$ 1 gasto com vacinas há um retorno de R$ 9 à economia brasileira.

“Os resultados da investigação como a empresa promove a retomada das atividades, incluindo a geração de resultados e investigação”, explica Gee Gesser, professor da investigação Fundação Getúlio Vargas (FGV) e sócio da GO Associadosconsultoria que o estudo

Atualmente a Pfizer é uma das principais fornecedoras de imunizantes contra a Covid-19 no mundo.

A Farmacêutica estima que, maio de 5 após a massa200, foram diárias no Brasil entre fevereiro e evitou21, período da campanha de imunização que começou em janeiro.

Dimensão econômica

O impacto econômico da pandemia levou o país a maior queda no PIB desde 1996 (início da série histórica do IBGE). O IPCA esteve dentro da meta em 2020 (4,52%), entretanto, estourou a meta em 2021 (10,06%)

O estudo divulgado, divulgado nestas quartas-dados- construídos pelas pandemias, também causador das consequências socioeconômicas pela pandemia, aumento de pandemia desempregoda violência, do nível de pobreza, a piora dos níveis educacionais, além de seus efeitos indiretos.

O desemprego atingido o registro de 14,7% no primeiro trimestre de 2021. Estima-se que, em meados de 2021, cerca de 30% do total de trabalhadores ocupados renda de até um quarto do salário-mínimo, de R$ 1.100 ,00.

Em termos absolutos, entre 2020 e 2021, o número de pessoas com renda considerada muito baixa passou de 20,2 milhões para 24,5 milhões.

A pobreza também aumentou: a renda per capita da população 10% mais não superou os R$ 128 por mês, mesmo com renda emergencial, que foi a única fonte de renda em mais de 40% dos domicílios no Brasil.

Isenção de responsabilidade

O Tempos de dinheiro publica informativas, de caráter jornalístico. Essa não constitui uma constituição de investimento.

Entre para o nosso Telegram!

Faça parte do grupo do Dinheiro vezes sem telegrama. Você acessa as notícias reais e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e do mundo. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here