PGR é acionado para investigar filho de Queiroga por improbidade

0
19

O líder do PSB na Câmara, deputado Bira do Pindaré (MA), apresentado, nesta quinta-feira (9/6), uma representação à Procuradoria-Geral da República contra o ministro da Saúde, Marcelo Queirogae o filho Antônio Cristovão Neto, conhecido como Queiroguinha. No documento, ele pede investigação por suspeita de improbidade administrativa e infração à legislação eleitoral.

O também solicitando a petição titular da candidatura da Comissão de Trabalho, e do Serviço Parlamentar de ConsultaTASP.

Queiroguinha, pré-candidato a deputado federal pela Paraíba, é acusado de atuar, informalmente, na função de recursos públicos do Ministério da Saúde e do Fundo Nacional de Saúde. O caso foi revelado pelo jornal O Globo.

Reportagem publicada pelo veículo a proposta de planejamento de recursos para aquisição aos municípios, em uma tentativa de angariar apoio pela sua condução à condução por uma cidade cadeira da Câmara dos Deputados, nas eleições deste ano.

Segundo o autor da representação, uma eventual intermediação de recursos públicos, tendo como contrapartida a proposta de apoio político, é “conduta odiosa e recriminada tanto na legislação comum como na especial”. “Não obstante, num país como o Brasil, não se pode duvidar que eventual aporte irregular de verbas tenham uma parte devolvida em caixa dois”, enfatizou.

Para Birá do Pindaré, os fatos noticiados são “muito graves”. “Num primeiro plano verifica-se o eventual uso da máquina pública, de um dos órgãos mais importantes do governo federal, o Ministério da Saúde, para os interesses próprios, referindo-se frontalmente aos princípios da moralidade, o que poderia garantir o eventual crime de responsabilidade e improbidade administrativa”, explica.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here