Justiça do RJ nega pedido de Jairinho para anular provas do caso Henry

0
21

[ad_1]

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro negou, nesta quinta-feira (9/6), o pedido da defesa do vereador Jairo Souza, conhecido como Jairinho e acusado de matar seu enteado Henry Borel, de anulação das provas do caso.

A defesa de Jairinho ouviu legistas em juízo em 1° de junho para tentar comprovar que os laudos médicos que embasaram a acusação contra o vereador estavam incorretos. Na audiência, os advogados alegaram que Henry chegou vivo ao hospital.

Na decisão, a juíza Elizabeth Machado Louro alega que o pedido da defesa de Jairinho é “desnecessário” e que o “ato procrastinatório não pode beneficiar ninguém”. Louro escreve também que a hemorragia interna, que é apontada desde o início como a causa da morte, não foi descartada pelos peritos ouvidos pela defesa no depoimento do começo do mês.

Sobre a falta de documentos do Hospital Barra D’Or nos autos do processo, que a defesa de Jairinho alega ser um erro processual, a juíza determinou a expedição de um mandato de busca e apreensão no hospital para que todos os documentos fossem juntados aos autos.

0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.



[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here