Demitido em 2021, ex-chefe da Secom voltará a assessorar Bolsonaro

0
20

Demitido do comando da Secretaria de Comunicação Social da Presidência em março de 2021, o empresário Fabio Wajngarten voltará a assessorar o presidente Jair Bolsonaro.

O retorno de Wajngarten está sendo articulado pelo senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), que atua como um dos coordenadores da campanha à reeleição do pai este ano.

Na semana passada, o filho mais velho do presidente da República levou o ex-chefe da Secom para um encontro com Bolsonaro no Palácio do Planaltoem Brasília.

A conversa aconteceu em 1º de junho e contorno ainda com as presenças do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueirae do presidente da Câmara, Artur Lira (PP-AL).

Segundo apurou a coluna, o diagnóstico dos presentes no encontro foi de que Bolsonaro precisa melhorar sua comunicaçãounificando estratégias e discursos do governo.

Detalhes burocráticos

Flávio e Wajngarten estão acertando os últimos detalhes burocráticos para a volta do empresário. A dúvida é se ele retornará como assessor do Planalto ou da campanha.

Por ora, o caminho mais provável é que Wajngarten como assessor palaciano, o que facilitaria o acesso direto a Bolsonaro, sobretudo nas presidenciais.

Procurado pela coluna, Wajngarten disse estar “animado” para reeleger Bolsonaro. Mesmo presidente já fora da Secom, o empresário já ajudou extraoficialmente, a quem se manteve fiel.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here