Taxa de desemprego é maior no Nordeste do país. Entenda por quê!

0
16

O desemprego no país atinge mais de 10 de brasileiros. Entenda porque a região Nordeste é a mais reconhecida.

A taxa de desemprego no Brasil está em 10,5%, segundo dados divulgados em abril de 2022 pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Ainda em patamar elevado, são cerca de 11,3 milhões de brasileiros à procura de trabalho. Dessa realidade, as oportunidades não são as mesmas para todos.

No mercado de trabalho, as desigualdades são inúmeras. De acordo com o levantamento do IBGE, gênero, idade, escolaridade e regiões são fatores determinantes do acesso ao ambiente de trabalho.

Quadro do desemprego no país

Com às mulheres, a taxa de desocupação é de 13,4%, enquanto a dos homens não chega a 10%, conforme as últimas informações disponibilizadas pelo Instituto.

Outro dado preocupante, é o número de jovens desempregados, que são prejudicados pela concorrência por experiência em uma esfera de trabalho de poucas ofertas de vagas. O percentual de desemprego entre jovens de 18 e 24 anos foi de 23%, no primeiro trimestre de 2022.

No sentido contrário, as pessoas são menos difíceis com o mercado de trabalho. Entre eles, a taxa de desempregados é de apenas 5,6%.

No Nordeste, que tem sua economia distribuído em serviços, a taxa de desemprego alcança 14,9%. A Bahia registra o maior índice do país, com 17,6%. Em oposição, como Sul Centro-Oeste, onde permanecem os principais pólos agropecários do Brasil, os números chegam a 6,5%, respectivamente.

O setor de serviços foi resolvido pela pandemia de Covid-19 e ainda encontra dificuldades para se reerguer

Taxa de desemprego por região

O Nordeste lidera o ranking, enquanto a região Sul do país é a menos votação. Veja o panorama por região.

  1. Nordeste: 14,9%
  2. Norte: 11,7%
  3. Sudeste: 11,1%
  4. Centro-Oeste: 8,5%
  5. Sul: 6,5%

Maiores taxas de desemprego do mundo

O Brasil ocupa o 9º lugar no ranking mundial de desempregos. A taxa nacional está acima de 7,7%, média para o mundo.

Conforme os últimos dados do Fundo Monetário Internacional (FMI), conforme as maiores taxas de desemprego do relatório da seguinte forma.

  1. África do Sul: 35,2%
  2. Sudão: 30,2%
  3. Cisjordânia e Gaza: 25,7%
  4. Armênia: 19,5%
  5. Geórgia: 18,5%
  6. Bósnia: 15,7%
  7. Macedônia do Norte: 15,7%
  8. Bahamas: 13,9%
  9. Brasil: 13,7%
  10. Costa Rica: 13,4%

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here