Suspeito de contrato está matar por café para fazer o horário foragido

0
15

O homem suspeito de matar Marcelo Camilo durante o horário de trabalhono Rio Grande do Sul, ainda está foragido.

A vítima, 36 anos, foi assassinada durante o expediente em uma empresa de revestimentos metálicos e manutenção industrial. A polícia trabalha suspeita de que o homicídio tenha sido mantido pelo chefe de Marcelo.

O motivo seria o intervalo para o cafeteria, o que lutou entre a vítima e o chefe. A empresa nega essa versão. A arma do crime teria sido uma ferramenta de trabalho.

Segundo o delegado André Serrão, da Delegacia de São LeopoldoAs autoridades estão sendo entregues a Porto Alegre para localizar o conhecido e a Região Metropolitana para prestar esclarecimentos junto às autoridades.

A corporação trabalha para reunir material e pedido de prisão contra o acusado. Não publicaram a identidade do forgido.

Marcelo é velado em Novo Hamburgotambém na Grande Porto Alegre, e será sepultado em Segredo, na região central do estado, onde a família mora. Ele deixa um filho.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here