perícias médicas à distância até dia 30 de junho

0
21

A avaliação do dia da avaliação “experiência-piloto” da realização de perícia médica através de televendas foi prorrogada até 30 de junho, pelo INSS

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

De acordo com a Portaria Conjunta nº 3, publicada no dia 3 de junho no Diário Oficial da União o dia 30, foi prorrogada pelo Instituto Nacional do Seguro da União Social (INSS), a prazo da “experiência-piloto” da realização de perícias médicas através de teleavaliações.

Por meio da Portaria nº 1404, publicada em 13 de janeiro, foi instituída a experiência-piloto com validade de 90 dias, em resposta à decisão do ministro Bruno Dantas do Tribunal de Contas da União (TCU).

Cidades participantes da experiência

A portaria estabelecia que as teleavaliações das perícias médicas seriam feitas nas prefeituras municipais que têm acordo de acordo de cooperação Técnica (ACT) com o INSS, a quem caberia oferecer, por meio eletrônico, a minuta do acordo e o plano de trabalho. A princípio seria contempladas dez cidades, sendo elas:

  1. Brotas de Macaúbas (BA);
  2. Corrente (PI);
  3. Francisco Morato (SP);
  4. Ji Paraná (RO);
  5. Lábrea (AM);
  6. Minas Novas (MG);
  7. Olho D’Água das Flores (AL);
  8. Pedro Gomes (MS);
  9. Santo Augusto (RS);
  10. Vassouras (RJ).

Perícias do INSS à distância

Em 28 de janeiro, foi publicada uma portaria, onde foi definido o novo fluxo de operação para as perícias médicas com uso de teleavaliação, também em cumprimento a decisão do TCU.

Foram atribuídos à Região na porta por meio de atribuições atribuídas à Perícia Médica Federal (SPMF das Coordenações da Perícia Médica Federal).

Entre as competências estão a prestar o apoio técnico às prefeituras participantes do piloto; e dar apoio às entidades participantes do piloto “quanto técnico ao sistema disponibilizado para a realização da perícia médica com uso da teleavaliação”.

Contudo, para Luiz Carlos Argolo, presidente da Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP), a medida não irá reduzir o tempo de espera por atendimento.

“Todo e qualquer instrumento de avaliação remota, virtual e indireta dos seguros sempre servirá como uma falsa esperança de redução das filas de atendimento, sem qualquer êxito”, afirmou Argolo. A solução, para Argolo, a respeito da longa espera por perícias, é recompor o quadro de pessoal e destinar a todos os servidores do INSS ao atendimento presencial.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal não Youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram e Contração muscular. Assim, você acompanhará tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here