O que significa DLPA, qual sua obrigatoriedade e qual a importância?

0
13

O ramo da contabilidade é composto por muitas siglas e que devem ter toda a atenção para gerenciar bem o negócio. Entre estas siglas está a DLPA que significa Demonstração de Lucros e Prejuízos Acumulados. Esse documento é uma evidência contábil não-obrigatória como alterações ocorridas no saldo da conta Lucros ou Prejuízos Acumulados, no Patrimônio Líquido.

O seu objetivo principal é demonstrar, como o próprio nome diz, que as mudanças ocorridas não são propriedade de acordo com a geração de lucro líquido ou lucro proveniente das suas operações, bem como outros fatores que podem alterar o seu lucro.

Ou seja, conforme uma companhia apura lucro, isso representa um aumento patrimonial. Da mesma forma, um resultado de prejuízo irá reduzir o patrimônio do negócio. E isso pode ser acompanhado justamente por meio da DLPA.

Como é o funcionamento do DLPA?

O objetivo dessa demonstração é mostrar corrida, além da movimentação de lucros ou prejuízos acumulados, ou resultado (lucro ou lucro do período) e sua distribuição.

A Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA) deve conter:

uma. O saldo do início do período e os ajustes de exercícios anteriores;

b. As reversões de reservas e lucro ou lucro líquido do exercício;

c. As transferências para reservas, ao capital, e parcela dos lucros integrados ao saldo final do período.

Uma eventual redução no lucro acumulado ou aumento na reserva de lucros pode mostrar um resultado positivo no período.

Já o aumento do lucro ou redução das reservas pode mostrar o prejuízo no período. O foco da DLPA é sobre o resultado da empresa.

Como relatórios mostram como alterações nas reservas de lucros e outras contas podem ser influenciadas por outras alterações de contas.

Qual é a obrigatoriedade da DLPA?

No começo deste artigo nós citamos que a DLPA é uma contabilidade contábil não-obrigatória, contudo existem alguns casos em que existem sim a obrigatoriedade da elaboração desse documento.

Por exemplo, as empresas tributadas pelo Lucro Real são obrigadas a entregar uma DLPA, além disso, as sociedades anônimas também são obrigadas a redigir esse documento.

Essas empresas também precisam de um DFC (Demonstrativo do Fluxo de Caixa) e da Nota Explicativa. Além disso, quem entrega a ECD (Escrituração Entregar Contábil Digital) também precisa todas as demonstrações contábeis junto ao arquivo.

É importante dizer que existe a possibilidade de escolha pelo DLPA ou DMPL (Demonstrativo de Mutação do Patrimônio Líquido), uma vez que os dois relatórios tratam do Patrimônio Líquido.

Ter a orientação de um profissional de contabilidade é muito importante para um fim de questões pendentes.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinando tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábilcomo: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumidoenfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contabil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here