O movimento que adiciona mais risco para as ações

0
17

Revista Luiza
A ação do Magazine Luiza foi o destaque da baixa do Ibovespa em maio. (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

UMA XP Investimentos disse nesta terça-feira (7) ver mais risco para o dilema em que Revista Luiza (MGLU3), Através da (VIIA3) e Americanas (AMER3) atuante, após um Amazonas (AMZO34) anunciar uma expansão no Brasil de três programas logísticos.

A programa-americana também divulgou o lançamento de uma companhia que de marketplace é mais compradores para sua plataforma.

“A notícia é negativa para as empresas de e-commerce brasileiras, uma vez que indica um aumento da competição e um jogador consolidado no setor globalmente capitalizado”, disse a XP.

A Corretora segue com neutro para Magazine Luiza, assinado Via e Americanas, relatório por Danniela Eiger e equipe.

Impacto sobre MGLU3 VIAA3 e AMER3

Os anúncios feitos pela Amazon – e que adicionam cautela para MGLU3 VIAA3 AMER3 – foram os seguintes, conforme lembra a XP:

  • Lançamento do Indique e Ganheum programa que paga que indicam novos vendedores para venderem na plataforma de venda da Amazon (o incentivo pode chegar até R$ 200 por indicação/cadastro), além de contar com um incentivo de até R$100 para o novo vendedor começar a vendedor;
  • Expansão do FBA (Fullfilment by Amazon) para o Paraná e Rio de Janeiro, vs. antes restrito apenas a São Paulo. Nesse programa, a Amazon é responsável pelo armazenamento e distribuição dos produtos do vendedor.
  • Ampliação do DBA (Delivery by Amazon) para mais de 1 mil cidades e 10 estados, vs. antes restritos também apenas a São Paulo. Aqui, parceiros logísticos feitos da Amazon retiram os produtos recomendados em um custo mais baixo se fossem pelo próprio vendedor.
  • Ampliação do programa de Vendas Internacionais para vendedores que atenderam os apenas de elegibilidade dos EUA, vs. antes para uma base de vendedores utilizados. Nesse programa, o vendedor conta com o apoio da infraestrutura logística da Amazon nos EUA, além do apoio na divulgação e ferramentas de venda.

Os anúncios são feitos em um momento de forte pressão sobre os papéis do Magazine Luiza, Via e Americanas. A perspectiva de alta de juros e inflação leva os investidores a uma previsão de vendas mais fracas.

Em relatório, um Ativa Investimentos lembrou que a exposição da empresa a bens duráveis em um cenário de desaceleração econômica e com o poder de compra do consumidor brasileiro Limite vem prejudicando os resultados do Segmento 1P e das lojas físicas das oportunidades.

A ação do Revista Luiza, aliás, foi o destaque da baixa do Ibovespa em maio. Os papéis do acumularam uma valorização de 23,77% no mês – os dados informam o período de 30 de abril de 31 de maio de 202.

Isenção de responsabilidade

O Tempos de dinheiro publica informativas, de caráter jornalístico. Essa não constitui uma constituição de investimento.

Participe do grupo Compre ou Vender no Telegram!

Faça parte do grupo do Comprar ou Vender no Telegram. Você tem acesso em primeira mão às principais empresas de investimentos e ainda temas dos especialistas brasileiros e estrangeiros participa das discussões sobre os estudos. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here