Pão e circo, e a rachadinha sertaneja (por Mirian Guaraciaba)

0
22

[ad_1]

Pão não tem. Bolsonaro não é padeiro, e não está nem um pouco preocupado com a crescente desnutrição no Brasil. Em seu desgoverno, conta o site do UOL, foi reduzido a quase zero o programa de aquisição de alimentos da agricultura familiar em 2022.

Sem pão, sem cesta básica, e fome avassaladora, resta aos pobres mortais o circo montado pelas prefeituras país afora. Cantores sertanejos, famosos ou nem tanto, e caches milionários, distraem a barriga vazia, o desemprego, a inflação.

Somas milionárias pagas a cantores e duplas sertanejas vem dos cofres públicos. Impostos pagos pela população, viu, Zé Neto? Parceiro de Cristiano, o cantor insinuou que Anitta usa Lei Rouanet, enquanto eles são pagos “pelo povo”.

Anitta negou e o cinismo do cantor sertanejo fez o Ministério Público disparar investigações em 29 prefeituras, a maioria de eventos de Gusttavo Lima. Veio de um show dele a primeira denúncia: $1,2 milhão por uma apresentação em cidadezinha em que falta tudo, saneamento, educação, saúde. Sobra cara de pau e corrupção.

Impossível não evocar o PR em mais esse escândalo. Bolsonaristas fiéis, os sertanejos provocaram a confusão. Anitta, ao Fantastico, disse que foi abordada pelo esquema de rachadinha no cache. Um tantão pro artista e outro tanto pro contratante publico. Não aceitou, diz ela.

Ainda não tem CPI instaurada. Há promessas. O tempo é curto, mais 4 meses e novos deputados e senadores serão eleitos. Novos governadores. O novo Presidente da Republica, e a esperança de que o alimento volte à mesa do brasileiro. Com pão. Sem circo.

URNAS ELETRONICAS – Pesquisa encomendada pelo BTG há 5 dias dá vitória de Lula no primeiro turno. Outra, do XP, dá Lula vencendo no segundo turno. Mas Jair Bolsonaro não tem do que reclamar. PR e seu clã foram eleitos pelas urnas eletrônicas, recebendo dos cofres públicos o correspondente a 76 anos de gordos salários.

BRASILIA – É tão falsa quanto velha a afirmação de que o melhor hospital de Brasilia é a ponte aérea. Além de ótimos hospitais, temos excelentes médicos. Agradecimento mais que especial ao excepcional cirurgião Roland Montenegro Costa.

Mirian Guaraciaba é jornalista

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here