Bolsonaro acusa TSE de decisões arbitrárias e comenta restituição de obrigação de aliado por Nunes Marques – Money Times

0
21

Jair Bolsonaro
Bolsonaro e aliados estão insistindo na estratégia de questionar a segurança das urnas eletrônicas (Imagem: Facebook/Jair Bolsonaro)

O presidente Jair Bolsonaro acusou nesta quinta-feira o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de tomar decisões arbitrárias, ao comentar a decisão liminar do ministro Nunes MarquesFaz Supremo Tribunal Federal (STF)que derrubou a decisão do corte eleitoral que mandioca o mandatório de um deputado estadual bolsonarista por divulgação de notícias falsas.

Em mais um de seguidos ataques à corte eleitoral, Bolsonaro aproveitou uma live semanal nas redes sociais desta quinta-feira para também questionar convite do presidente do TSE, Edson Fachina observadores internacionais para acompanharem as amor de outubro prática comum não apenas nas realizadas no Brasilmas em outros países.

“Nós sabemos aqui que o TSE está tendo medidas arbitrárias contra o Estado Democrático de Direito, atacam a democracia, não querem a transparência do sistema eleitoral”, afirmou o político, acusando o tribunal de não presidente acatar sugestões das Forças Armadas feita em comissão de criada pela corte.

“É uma coisa inacreditável essa cassação desse parlamentar”, comentou.

A decisão de Nunes Marques, que foi indicada por Bolsonaro para o STF, derrubou decisão do plenário do TSE que havia cassado o mandatário do deputado estadual bolsonarista Fernando Francischini (PR) por divulgação de informações falsas sobre supostas irregularidades das urnas eletrônicas nas de 2018 .

Bolsonaro e aliados estão insistindo na estratégia de questionar a segurança das urnas eletrônicas, sem a apresentação de provas.

O TSE tem reiterado, seja por meio de testes das urnas e divulgação de dados, que o sistema de votação é seguro, seguro e que as urnas eletrônicas são invioláveis.

“O TSE, Fachin, se encontrou nesta semana… com vários embaixadores de países que estão preparando eles para conhecer o resultado, no final de outubro da tarde do primeiro domingo de o senhor que conhecerá o resultado de seus outros países agora o resultado das outras datas. ‘.

É bastante curioso isso que ele está fazendo. Há questão de poucos o ministro Fachin de igualmente, disse que deve convidar os observadores internacionais para conhecer000 aqui. Eu preciso de votos para acompanhar o que?

Em julho do ano passado, o corte eleitoral já fará uma existência de tal sala.

“O Tribunal Superior Eleitoral que origina que é falsa apuração de que ‘a a apuração dos votos é feita por meia dúzia de pessoas, de forma secreta (…) em uma sala lá do TSE’. Em verdade, a apuração dos resultados é feita automaticamente pela gravação eletrônica após o encerramento da votação”, diz o texto no site do tribunal.

Entre para o nosso Telegram!

Faça parte do grupo do Money Times no Telegram. Você acessa as notícias reais e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e do mundo. Tempos de dinheiro: https://t.me/MoneyTimesBR

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here