Bandeira tarifária verde segue no mês de junho, afirma a Aneel

Deve permanecer no mês de junho, a bandeira tarifária verde para todos os critérios segundoiste ao SIN (SIN INTERLIGADO NACIONAL), decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Dessa forma, ainda se deve evitar uma cobrança extra na conta de luz no próximo mês.

É que você provavelmente também gosta:

Tarifa Social de Energia: confira se você tem direito ao desconto na conta de luz

O consumidor pode escolher qual empresa será seu fornecedor de energia elétrica

Bandeira tarifária verde segue no mês de junho, afirma a Aneel

Em suma, as bandeiras tarifárias foram criadas em 2015 pela Aneel. Elas são os custos variáveis ​​da geração de energia elétrica. Elas se dividem em níveis para indicar quanto ao SIN, gerar energia usada pela população nas suas casas, estabelecimentos comerciais e industriais.

A bandeira verde significa que o cidadão não deve sofrer nenhum tipo de adição na conta de luz. Porém, quando ocorre uma bandeira vermelha ou amarela, a luz deve sofrer acréscimos. Os mesmos podem variar de R$ 1.874 por 100 quilowatt-hora (kWh) de consumo a 9.492 por 100 kWh.

Até o mês de abril de 2022, havia uma aplicação da Bandeira Escassez Hídrica. A partir deste mês, a Aneel autorizou a bandeira verde, já que havia boas condições de geração de energia.

Economizar energia muda a cor da bandeira?

Não. Ocorre a definição da bandeira tarifária todos os meses, e se aplica a todos os consumidores do Sistema Interligado Nacional – SIN (regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e parte do Norte). Sendo assim, mesmo que você reduza o seu consumo de energia, pode acabar com a alta da conta. Contrário a isso, no caso da bandeira verde, não há cobrança.

Apesar disso, é importante informar que economizar energia é uma boa atitude. Dessa forma, você contribui para o aumento dos gastos de geração de energia do sistema.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Gabriel_Ramos / Shutterstock.com