Foguete da nova missão tripulada da China é levado à plataforma

0
14

Em abril, após o retorno à Terra dos três taikonautas da missão Shenzhou-13, a China anunciou que a missão Shenzhou-14 será lançada em junho. Neste domingo (29), o foguete Long March-2F e a cápsula que será ocupada pelos tripulantes foram levados para uma área de lançamento.

Fo, com uma cápsula Shenzhou14 no topo, é longo para a plataforma de lançamento. Imagem: Wang Jiangbo/Xinhua

De acordo com a Administração Espacial Tripulada da China (CMSA), como instalações em boas condições, assim como os equipamentos, e verificações de função pré-lançamento e testes diversos podem ser realizados conforme o planejado.

publicidade

Segundo, diretor do meses de Engenharia Espacializada Tripn China, a tripulação Ha trabalhar, Chuveirão ainda não foram divulgados cerca de seis espaciais na estação. Tiangongprincipalmente na preparação para a adição de dois novos módulos.

O módulo central da estação – chamado Tianhe ou Palácio Celestial – foi lançado em 2021, e, conclusão de acordo com o planejamento, a da construção deve se dar ainda este ano. Chun anunciou que o módulo Weian será lançado em julho, não do módulo Mengtian, em outubro.

Leia mais:

Provavelmente 11 missões para quatro etapas de construção da estação, incluindo tripuladas e quatro cargas, além dos lançamentos dos módulos. Quando estiver, a estação, batizada de Tiangong, terá vida útil de 10 anos, que pode ser adaptada a 15 anos com upgrades futuros.

Perto do fim da missão da tripulação de Shenzhou-14, mais três taikonautas serão lançados a bordo da missão Shenzhou-15 para outra estadia de seis meses. Segundo revelado na entrevista coletiva, as duas equipes vão se sobrepor por três a cinco dias, marcando a primeira vez que a estação terá seis pessoas a bordo.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no Youtube? inscreva-se no nosso canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here